ACOPIARA:CE: UM FIM DE ANO SEM EVOLUÇÃO NA TERRA DO LAVRADOR


31 DE DEZEMBRO, SEGUNDA-FEIRA

Hoje, no último dia de 2018 poderíamos estar comemorando números, realizações, comportamentos, ações sociais, e festejando o vinho do avanço. A árvore de natal morta pela decência do ilimitado artigo, sobrevoa com os corvos nos muros das casas de minha terra procurando nos muros os restos da indecência, das bebidas e das comidas deixadas por quem de direito usurpou ao longo do ano, o proletariado, as classes sociais, os enfermos, a educação, e todo item obrigatório do desenvolvimento humano. A neve que ao longo do ano, joga o trem da soberba, da ignorância, do atraso, vai dissecando as vértebras dos indigentes que teimam em surrupiar o dinheiro público, e aznamente relincha sobre uma publicidade repudiante que só foi vista ao longo dos anos em países que fizeram da propaganda o meio de conseguir o poder, através dos "cala" dos "deixa" ou dos acordos ferozmente estampados na cara das classes miseravelmente pobre. Necessário se faz colocar uma cadeira de dentista e um dentista imensamente voltado para a opinião pública, para que ele arranque os dentes podres dos três poderes de Acopiara e jogando no lixo da história todo aquele que sentou a nádega fraudulenta do poder. É, inadmissível a ferocidade das ancas e das proezas íntimas com que se travam os acordos que nocauteiam as pessoas deixando-os sem ação par suprimir a vergonha colocadas a cloro pelo miserável odor dos que maltratam nosso povo, tão simples, tão ordeiro e trabalhador. Não consigo entender por que as dentaduras da velha política, ainda teima em querer ganhar e não assimilar nada do humanismo, da lucidez política, encravando no vácuo da história como uma lebre, correndo pelos ventos do norte sem assobiar os do sul. O novo sempre virá, e com ele a magnitude nos ombros de pessoas que farão desta terra uma promissora cidade, é sonho? Talvez, mas, sem sonhar, todo o diagnóstico e a leitura do falso e do verdadeiro, poderá transpor a suavidade da vida ou da morte. Um fim de ano, pobre, sem perspectiva, com sinceridade, é assim que pinto sem máscara a arvore de natal de minha adorada Acopiara, se quiser pintar de outra forma, o pincel é seu. Por Carlos Dehon.     

Confira os horários da cerimônia de posse de Jair Bolsonaro


Horários da posse de Jair Bolsonaro
14h45 - desfile do cortejo presidencial da Catedral Metropolitana de Brasília para o Congresso Nacional
14h50 - chegada do cortejo ao Congresso
15h - abertura da Sessão Solene de posse de Bolsonaro e Hamilton Mourão no plenário da Câmara dos Deputados
Neste momento, comporão à mesa: o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e representantes da mesa do Congresso Nacional. Segundo o roteiro, haverá um discurso de Maia, a execução do Hino Nacional pela Banda do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, a leitura e assinatura do termo de posse, e o pronunciamento de Bolsonaro.

Suspeitos de terrorismo tinham manual de fabricação de bombas no DF

A Polícia Federal encontrou, na manhã desta segunda-feira (31), um manual de como fabricar explosivos em um dos endereços alvos de operação conjunta com a Polícia Civil de Brasília. O objetivo é investigar e conter possíveis ataques durante a posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro.
Equipes policiais cumprem sete mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, em Goiás e em São Paulo. Na capital do país, são cumpridos mandados em dois endereços. O foco da investigação é o grupo Sociedade Secreta Silvestre que, pela internet, fez ameaças à posse presidencial.
Os acusados também assumiram autoria de uma bomba deixada em frente ao Santuário Menino Jesus, em Brazlândia, encontrada no último dia 25.
No manual encontrado nesta manhã, havia orientações de como comprimir pólvora em recipientes de metal e criar um dispositivo de disparo. 
Além disso, o documento mostrava meios de tornar a explosão mais violenta, para ferir ou matar um grupo maior de pessoas. A suspeita é de que os indivíduos que estão em Brasília tenham recebido o material, assim como orientações, pela internet.
Correio Braziliense

Ceará bate recorde na violência contra a mulher em 2018



O Estado do Ceará bate mais um recorde na violência contra a mulher. Até o início da manhã desta segunda-feira, dia 31 de dezembro, 477 mulheres foram assassinadas do decorrer do ano de 2018. 
Em 2017 foram 360 mulheres mortas. 
Em termos comparativos, o Estado de São Paulo registrou o número de 80 mulheres mortas em 2018. 
Impunidade, machismo, falta de políticas públicas e insegurança e envolvimento com tráfico de drogas são apontadas como possíveis causas.
As informações são do jornalista Fernando Ribeiro.
Por João Boaventura Neto
Miséria.com.br