ACOPIARA > CE . BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO REGISTRA "OFICIALMENTE" 4ª VÍTIMA!!!!

Atualização, às 18:20

Camilo Santana lamenta em rede social perda de Evaldo Gouveia

30/05/2020 > SÁBADO

Desqualificado

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, não suporta o ministro da Educação Abraham Weintraub . 
Em entrevista a Revista Isto É , Rodrigo Maia desabafou: "É um desqualificado". O presidente Bolsonaro, que adora Weintraub e suas conversas atacando políticos de Brasília, engoliu quadrado. Vem troco.


Avanço da Covid-19 pelo interior demanda ações conjuntas no Ceará > ACOPIARA NO CENTRO-SUL JÁ REGISTRA 75 CASOS > SÓ NO DISTRITO DE TRUSSU 24 CASOS!!!!!

Ao mesmo tempo em que preparam o retorno gradual das atividades econômicas em Fortaleza, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), e o secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto, enfrentaram nesta semana uma maratona de reuniões com prefeitos e prefeitas dos municípios cearenses, divididos a partir das Macrorregiões de Saúde, para alinhar ações de enfrentamento à pandemia de Covid-19 no momento em que a doença avança pelo interior.
Em todos os encontros, apesar das diferenças de números de casos e das particularidades de cada região, as preocupações se repetem: necessidade de reforço no isolamento social em alguns municípios, foco na atenção básica para acompanhamento do grupo de risco e bloqueio de novos casos, abastecimento de medicamentos do novo protocolo da Secretaria da Saúde (Sesa) e acesso a leitos de UTI.
Aos prefeitos, Camilo Santana ressaltou que a incidência da Covid-19 tem apresentado uma tendência à estabilização em Fortaleza, mas mostra crescimento considerável no interior. "Por isso, é fundamental trabalhar fortemente na atenção primária, de modo a diminuir a necessidade de internação e o colapso do sistema de saúde", ressaltou o governador no encontro com os gestores da Macrorregião de Fortaleza.
A divisão por macrorregiões faz parte da estratégia de regionalização do Sistema Único de Saúde, o SUS. São cinco no Ceará: Fortaleza, Sobral, Sertão Central, Litoral Leste/Jaguaribe e Cariri. Os encontros, mobilizados pela Associação dos Municípios do Estado (Aprece), aconteceram de terça-feira (26) até ontem (29), respectivamente, com os gestores municipais das macrorregiões de Fortaleza, Sobral, Cariri e Sertão Central. Ainda está pendente o encontro com os municípios do Litoral Leste/Jaguaribe.
"O momento agora é de tensão porque a gente precisa mostrar para os prefeitos que há uma perspectiva de aumento da incidência nos municípios e a gente precisa fazer com a que a proteção aumente", ressalta o presidente da Aprece e prefeito de Cedro, Nilson Diniz.
UTI
Um dos pontos que têm preocupado gestores é a disponibilidade de leitos de UTI. O secretário Dr. Cabeto, durante reunião com a Macrorregião Cariri, reconheceu que existem alguns municípios no Ceará com população ainda sem leitos de UTI. "Iremos discutir o ajuste emergencial com a implantação de salas de estabilização e treinamento de profissionais através da Escola de Saúde Pública", afirmou.

Número de diagnósticos positivos de Covid-19 no Ceará cai para 50% dos testes feitos

Os testes diagnósticos da Covid-19 no Ceará passaram por uma diminuição de resultados positivos entre a semana passada e esta semana. Segundo o secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins, o Dr. Cabeto, os exames que indicavam a presença do novo coronavírus (SARS-CoV-2) em 80% dos casos, agora apontam a presença do agente infeccioso em 50% dos testes.
Conforme Dr. Cabeto, estão sendo priorizados os testes em pessoas que já morreram para reconhecer se a causa da morte foi pela Covid-19. Além disso, em junho a capacidade de testagem no Ceará deverá aumentar quando o estado receber o auxílio da Fiocruz para as análises laboratoriais.
"Nós vamos aperfeiçoar (a testagem). Agora em junho, o estado vai ampliar, em parceria com a Fiocruz, com outras unidades, inclusive privadas, a sua capacidade de testar, inclusive direta do vírus, para que a gente tenha esses indicadores muito confiáveis e que a gente tenha maior segurança na mudança das fases", diz, fazendo referência às etapas do plano de retomada econômica organizado pelo Governo do Estado.
Região Norte
O secretário também adiantou que há atualmente uma tendência de crescimento dos índices da Covid-19 nos municípios do interior do Ceará, com destaque para a região Norte do estado. Segundo ele, as análises realizadas pela Secretaria da Saúde apontam que será necessário estabelecer medidas de isolamento social mais rígidas naquela área.
"Fizemos o mapeamento da incidência do número de casos por 100 mil habitantes e da mortalidade por coronavírus, que é muito importante. Essas cidades estão a maioria agora na região Norte. Nos preocupa aquela região de Itapipoca, até Camocim, Sobral e Santa Quitéria. Então nós estamos preparando hoje pra colocar no decreto algumas restrições nessa região", afirmou.
Casos no Ceará
O número de casos de Covid-19 no Ceará ultrapassou a barreira dos 38 mil e alcançou 126 mortes confirmadas nas últimas 24 horas, totalizando 2.859. Os dados são da plataforma IntegraSUS, atualizada às 17h53 desta sexta-feira (29). Ao todo, são 38.395 infectados. Apesar de contabilizadas agora, os óbitos podem ter ocorrido em outras datas, em razão dos resultados dos testes para detectar a presença do novo coronavírus.
A taxa de letalidade da doença na região é de 7,4%. Ainda são investigados 46.727 possíveis casos e 873 óbitos suspeitos da doença. O número de exames aplicados é de 93.466.
O epicentro de contágio é Fortaleza, com 21.705 testes positivos e 1.877 mortes. Na sequência, as cidades com alto contágio são Caucaia (1.304), na Região Metropolitana, e Sobral (1.195), com destaque negativo no interior.
O índice de recuperados é 25.858, segundo a Secretaria de Saúde (Sesa). A taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) está em 87,68% no Ceará.
Fonte: Diário do Nordeste

Ceará registra 126 óbitos por Covid-19 nas últimas 24h; casos superam 38 mil

O número de casos de Covid-19 no Ceará ultrapassou a barreira dos 38 mil e alcançou 126 mortes confirmadas nas últimas 24 horas, totalizando 2.859. Os dados são da plataforma IntegraSUS, atualizada às 17h53 desta sexta-feira (29). Ao todo, são 38.395 infectados. Apesar de contabilizadas agora, os óbitos podem ter ocorrido em outras datas, em razão dos resultados dos testes para detectar a presença do novo coronavírus.
A taxa de letalidade da doença na região é de 7,4%. Ainda são investigados 46.727 possíveis casos e 873 óbitos suspeitos da doença. O número de exames aplicados é de 93.466.
O epicentro de contágio é Fortaleza, com 21.705 testes positivos e 1.877 mortes. Na sequência, as cidades com alto contágio são Caucaia (1.304), na Região Metropolitana, e Sobral (1.195), com destaque negativo no interior.
O índice de recuperados é 25.858, segundo a Secretaria de Saúde (Sesa). A taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) está em 87,68% no Ceará.
Fonte: Diário do Nordeste

REPORTAGEM DA BAND MOSTRA COMO O VÍRUS DA COVID-19 19 FICA ALOJADO EM BANCO DE PRAÇA, CORRIMÕES, PORTAS, ETCETCETC!!!


ACOPIARA > CE > MENSAGEM DA ÓPTICA MORAIS!!!

"Estamos preparados para  a retomada de nossas atividades e compartilhamos com nossos clientes a segurança necessária para vencermos juntos essa batalha"


HOMENAGEM A EVALDO GOUVEIA!!!O SERESTEIRO DAS MIL MÚSICAS!!!!

FALECE EVALDO GOUVEIA > IGUATU PERDE MAIS UM ÍCONE DA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA!!!!



Morreu na noite desta sexta, 29 o cantor e compositor iguatuense, Evaldo Gouveia, aos 91 anos. Segundo informações que circularam na imprensa, o cantor foi mais uma vítima da Covid 19 no Ceará. Evaldo estava internado no hospital São Camilo, em Fortaleza, em tratamento para cuidar ainda de sequelas deixadas por um AVC-Acidente Vascular Cerebral, sofrido em 2019. De lá para cá o cantor e compositor, dono de grandes sucessos da música popular brasileira vinha se limitando a aparições públicas por causa da saúde debilitada. A família não informou o local do velório e sepultamento. Apenas circula a informação de que será restrito a famílias, por causa da Pandemia que assola o país.
A última vez em que ele foi visto em público foi em agosto do ano passado, para ser homenageado no lançamento do livro, ‘O que me contou Evaldo Gouveia’, livro de histórias da vida e carreira do cantor e compositor, lançado após mais de 400 horas de conversas e gravações entre o autor, o produtor cultural e comunicador cearense Ulysses Gaspar e Evaldo, entre Fortaleza e o Rio de Janeiro. Segundo Gaspar, o livro foi finalizado em 2017, mas por motivos de agenda o lançamento só aconteceu dois anos depois.
Em Agosto deste ano Evaldo Gouveia completaria 92 anos. O cantor e compositor, orgulho dos iguatuenses, por uma coincidência nasceu no município de Orós, (na época distrito), no dia 08 de agosto de 1928, mas seus pais moravam em Iguatu. A mãe dele, a senhora Maria Gouveia estava grávida, e foi visitar uma irmã em Orós. Lá, entrou em trabalho de parto e Evaldo veio ao mundo. Quando a família regressou para Iguatu ele foi registrado como sendo natural de Iguatu.
O sucesso de Evaldo Gouveia aconteceu a partir do seu rico e reconhecido repertório, interpretados pelas vozes de grandes intérpretes da música brasileira, como, Altemar Dutra, Nelson Gonçalves, Alaíde Costa e Maysa Monjardim. Antes de decolar na carreira solo, Evaldo integrou o famoso e inesquecível ‘Trio Nagô’, ao lado de Mário Alves e Epaminondas Souza. De todos os intérpretes que gravaram suas músicas, Altemar Dutra foi o que fez o trabalho mais emblemático, porque foi através de Altemar que o público conheceu o compositor iguatuense.
A amizade de Evaldo Gouveia com Altemar Dutra, foi duradoura, de 1940 até a morte do cantor mineiro em 1983). Através das interpretações marcantes de Altemar Dutra, a carreira de compositor de Evaldo Gouveia alcançou o estrelato que merecia. Sem esquecer que o também compositor Jair Amorim foi grande parceiro de Evaldo Gouveia em muitas composições de sucesso.
Entre as canções marcantes que nasceram na parceria com Jair Amorim, interpretadas por Altemar Dutra estão, ‘Sentimental Demais’, ‘A Pretendida’, ‘Brigas’, ‘Alguém me disse’. Evaldo compôs ainda ‘Bloco da Solidão e ‘Tango para Tereza’, esta, gravada por Ângela Maria.
Evaldo amava Iguatu. Era prazer para ele afirmar que era filho natural da ‘Terra da Telha’. Sua ligação com Iguatu era umbilical. Um amor como poucos ele demonstrava por esta terra e sua gente. A última vez em que o cantor e compositor esteve em Iguatu foi no dia 12 de maio de 2011, Dia dos namorados, no histórico show acústico no CRI-Clube Recreativo Iguatuense.
“Estou deveras triste, nesse momento. Há poucos minutos, recebi a notícia da morte de Evaldo Gouveia, em Fortaleza, vítima da Covid-19. Aos 91 anos, lutando contra as sequelas de um AVC sofrido há pouco mais de um ano, era mesmo um paciente vulnerável ao vírus. Abro a porta do meu relicário de lembranças, e um filme vai passando diante dos meus olhos: suas vindas a Iguatu, a felicidade de andar nas ruas, contando orgulhoso que seu pai era feirante, em nossa terra. Amava Iguatu com uma intensidade imensurável. Quando questionado que não era iguatuense, respondia de forma jocosa que “nasci em Orós para estar sempre perto da minha mãe”. O Brasil perde uma das maiores personalidades do cancioneiro popular e romântico, que fez e faz a felicidade de várias gerações. Não é possível enumerar suas composições aqui, pois são, ao todo, pouco mais de mil. Não vou me referir tanto ao artista, mas muito mais ao ser humano. Evaldo era um exemplo de virtudes. Sereno, ético, muito ligado à família, sempre ligado nos filhos, e de uma dedicação extrema à sua esposa Liduína. Por sinal, nos últimos anos, Liduína cuidava dele como se fosse um pai ou um filho, tal sua dedicação e carinho. Nos últimos dias, mantive contato diário com ela, que apesar de abalada, mostrava-se esperançosa da sua recuperação. Agora, já não teremos mais aqueles papos alegres, divertidos e plenos de arte. Como quando compôs um samba, na varanda da nossa casa, no Trussu, e os parentes e amigos presentes é que escolhemos o título. Só sua voz e o som do seu violão. E saudade. Muita saudade. Obrigado, Evaldo. Por ter vivido, por ter sido Evaldo Gouveia. Nosso muito querido e amado Evaldo Gouveia de Oliveira. Agora, o Senhor o receberá, na morada eterna, com lugar garantido no Panteão Celestial das Divindades Artísticas. Você fez por merecer. Adeus”. – Hildernando Bezerra, médico, ex-prefeito de Iguatu, ex-deputado estadual
O NOTÁVEL EVALDO GOUVEIA
A música popular brasileira perde um de seus grandes poetas, o notável Iguatuense Evaldo Gouveia de Oliveira. Sua poesia ficou imortalizada nas vozes de Altemar Dutra, Nelson Gonçalves, Pixinguinha, dentre outros. Para tentar dimensionar a importância de Evaldo Gouveia nos cenário musical, é preciso lembrar que ele compôs músicas como: – Alguém me disse – Tango para Tereza – Bloco da solidão – Sentimental demais – Brigas. Como ele mesmo se intitulava, “um homem de 1000 canções”. Esse vai fazer muita falta, não somente porque era famoso, e sim, porque sabia como ninguém importar valores à nossa alma com suas canções. Ele é imortal, pois morrer é ser esquecido e isso ele não será. Saibamos que o verbo utilizado para morrer e esquecer no grego arcaico é Lethon de onde se originou a palavra letal. Enquanto alguém derramar uma lágrima por você, sorrir com algo que fez e recordou, lembrar de um momento, reviver paixões e amores com suas musicas, alcançarás a imortalidade. Muitos se enganam com a imortalidade, por isso, tanto se buscou o “elixir da juventude” ou a “pedra filosofal”. Imortalidade não é um fenômeno meramente físico, é imaterial, intangível, intocável, são valores e sentimentos nobres que nada e nem miguem é capaz de tirar de você, nem mesmo a inexorável marcha do tempo. Enquanto estivermos na recordação e na memória afetiva de quem nos leva no coração, estaremos vivos. Evaldo escrevia como poucos, e com isso construiu uma grande obra, para seguir o conselho de grande Mário Quintana, cuja frase deixou recomendada para gravar em sua lápide: “Eu não estou aqui…”. E não estará mesmo, estará sim em suas obras, multiplicando, iluminando… e encantando ainda. Certa vez, quando um jovem o abordou perguntando-lhe se ele se denominava um compositor brega, recebeu a seguinte resposta – “Brega não, apenas SENTIMENTAL DEMAIS”. – DANIEL GOUVEIA FILHO PROCURADOR GERAL DO MUNICIPIO DE IGUATU
O Brasil e os iguatuenses perdem Evaldo Gouveia
Evaldo Gouveia, um dos expoentes da música brasileira, deixa centenas de composições de sucesso gravadas nas vozes de grandes intérpretes como Altemar Dutra, Cauby Peixoto, Nelson Gonçalves, Ângela Maria, Gal Costa etc. Honra-nos saber que a sua primeira manifestação pela música surgiu aos seis anos, como contou ele em entrevista, quando cantava no alto-falante da pracinha lá de Iguatu, no sertão cearense. Guardamos momentos memoráveis de Evaldo Gouvêa, na nossa Iguatu, quando da realização de inúmeros shows descontraídos e de afinada interação com o seu público conterrâneo. Nessas apresentações sempre demostrou amor a terra que lhe serviu de berço e nunca deixou de enaltecer com palavras carinhosas, amigas e de gratidão a pessoa do seresteiro Assis Galdino, seu grande amigo, com quem, segundo o próprio Evaldo, aprendeu a tocar violão. O Brasil está de luto e o Iguatu chora a perda de Evaldo Gouveia. José Hilton Montenegro, engenheiro e historiador.
Jornal A Praça (Iguatu)


EVANGELHO DO SÁBADO COM PADRE CHICO SILVEIRA > RÁDIO IMACULADA CONCEIÇÃO > EXCLUSIVO!!!

30/05/2020 > SÁBADO

Alexandre de Moraes pode determinar nova operação contra as fake news e Carlos Bolsonaro deve ser alvo

29/05/2020 > SEXTA-FEIRA
O ministro do STF Alexandre de Moraes já tem informações suficientes para operações policiais de potencial político mais explosivo do que as determinadas por ele nesta semana contra fake news. A PF já identificou Carlos Bolsonaro como um dos articuladores do esquema criminoso e ele pode ser o alvo de alguma ação.
Alexandre de Moraes e Carlos Bolsonaro
247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes já tem informações suficientes para operações policiais de potencial político mais explosivo do que as determinadas por ele na quarta-feira (27), quando a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão contra políticos e empresários, além do blogueiro Allan dos Santos, por causa da propagação de fake news. A PF já havia identificado o vereador Carlos Bolsonaro como um dos articuladores do esquema criminoso. 
De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, interlocutores de Moraes afirmaram que ele preferiu esperar pelo resultado das buscas feitas nesta semana para encorpar o material que já tem. E a possibilidade de ele ser alvo de alguma ação no inquérito preocupa o pai, Jair Bolsonaro, que também se elegeu embalado pelas fake news. 
A ação da PF na quarta-feira (27) teve como alvos oito deputados bolsonaristas, como Carla Zambelli (PSL-SP), e os empresários bolsonaristas Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan e Edgard Corona, fundador da Smart Fit. Também está na mira da corporação o ex-deputado federal Roberto Jefferson.
247

A CHARGE DA FAMÍLIA

Por: Miguel Paiva
247

Moderna estende acordo para aumentar produção de possível vacina de Covid-19


vacina Covid-19

A Moderna estendeu um acordo para garantir grandes volumes de lipídios usados para produzir sua vacina experimental contra Covid-19, enquanto a empresa de biotecnologia norte-americana procura aumentar a capacidade e produzir doses suficientes para atender à demanda global esperada.
A companhia assinou nesta quinta-feira um acordo com a empresa suíça CordenPharma para o fornecimento de grandes volumes de excipientes lipídicos usados para produzir sua potencial vacina.
Atualmente, não existem tratamentos ou vacinas aprovadas para o Covid-19, e os especialistas prevêem que uma vacina segura e eficaz pode levar de 12 a 18 meses desde o início do desenvolvimento.
As vacinas são vistas pelos líderes mundiais como a única maneira real de reiniciar suas economias após meses de bloqueios. No entanto, existe uma preocupação crescente de que algumas nações, incluindo os Estados Unidos, possam procurar acumular algumas vacinas candidatas bem-sucedidas, já que é improvável que a capacidade inicial de produção seja suficiente para atender à demanda global.
A Moderna disse na semana passada que sua candidata a vacina, a primeira a ser testada nos Estados Unidos, produziu anticorpos protetores em um pequeno grupo de voluntários saudáveis, oferecendo um vislumbre de esperança para uma das mais avançadas vacinas em desenvolvimento.
"Essa expansão aumentará a oferta de excipientes lipídicos usados para fabricar nossos produtos de mRNA", disse o vice-presidente de operações técnicas e qualidade da Moderna, Juan Andres.
A Moderna planeja fornecer milhões de doses por mês em 2020 e dezenas de milhões por mês em 2021, se a vacina for bem-sucedida.
A empresa assinou um contrato de 10 anos com A fabricante suíça de medicamentos Lonza para ajudar a acelerar a produção da vacina, com o objetivo de atingir até 1 bilhão de doses anuais.

Governo entrega ao PSD presidência de órgão do Ministério da Saúde


Gilberto Kassab, ex-ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

Em mais um gesto de aproximação com os partidos de centro no Congresso Nacional, o governo entregou ao PSD a presidência da Fundação Nacional de Saúde, a Funasa. A sigla comandada pelo ex-ministro Gilberto Kassab emplacou o comandante da Polícia Militar de Minas Geras, Giovanne Gomes da Silva, no controle do órgão com orçamento estimado em R$ 3 bilhões. 
Outros cargos dentro do Ministério da Saúde também estão em negociação com os políticos, incluindo a Secretaria Nacional de Vigilância em Saúde, posto ocupado anteriormente por Wanderson de Oliveira. Segundo fontes que acompanham de perto as conversas, o cargo foi oferecido ao PL, de Valdemar Costa Neto, condenado no esquema do mensalão. O partido já emplacou duas diretorias no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, o FNDE.
O interesse do governo pela formação de uma base de apoio no Legislativo vem no momento em que o presidente Jair Bolsonaro é investigado sobre a suposta interferência política na Polícia Federal, segundo acusações do ex-ministro Sérgio Moro, e a oposição se movimenta por uma CPI e pressiona pela abertura de um pedido de impeachment. 
O Progressistas e o Republicanos já emplacaram, respectivamente, aliados no Departamento Nacional de Obras Contra Secas, o Dnocs, e na Secretaria de Mobilidade Urbana do Ministério do Desenvolvimento Regional. 
A expectativa dos parlamentares que negociam mais cargos no segundo e terceiro escalões é para que novas indicações sejam concretizadas nos próximos dias. O Palácio do Planalto alega que o ritmo das nomeações depende do pente-fino realizado para privilegiar critérios técnicos dos indicados. Mas, a liberação também tem sido feita a “conta gotas” porque a Secretaria de Governo, responsável pela articulação política, quer testar a fidelidade da base de apoio que está construindo. 
As negociações, no entanto, já surtiram efeito prático. Na discussão da Medida Provisória sobre redução de jornada e salários, na Câmara dos Deputados, o governo conseguiu reverter uma mudança feita pelo relator, deputado Orlando Silva, que aumentaria em R$ 20 bilhões os gastos da União com a compensação salarial. A articulação que beneficiou o Palácio do Planalto foi liderada pelo PP.

Dr. Cabeto: lançamento do Plano de Abertura das Atividades Econômicas contou com eficácia do isolamento social

O Plano Responsável de Abertura das Atividades Econômicas e Comportamentais, segundo o secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto, foi norteado pela diminuição de casos e internações no Ceará.
O titular da Secretaria da Saúde (Sesa), Dr. Cabeto, destacou a redução dos números que revelam os atendimentos no sistema público de saúde, confirmando a tendência de redução de casos e óbitos no Ceará.
Sobre a reabertura do comércio e áreas autorizadas para funcionamento a partir do dia 1º de junho, o secretário da Sesa explicou que a decisão foi baseada em critérios.
Dr. Cabeto explicou que a continuidade do isolamento social nessa fase inicial de abertura das atividades econômicas vai ser um termômetro para a tomada de decisões posteriores. Afirmou ainda que o processo de monitoramento vai ser contínuo.
O secretário ressaltou que o sucesso do processo transitório vai depender do nível de obediência às regras determinadas.
Roberto Moreira

Eleições 2020 - Maia e Alcolumbre devem visitar hoje o presidente do TSE

Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia, visitam hoje (29) , o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso.
Será a primeira reunião para debater possíveis mudanças no calendário eleitoral por conta da pandemia de Coronavírus .

ACOPIARA . CE > CASOS DO CORONAVÍRUS NA TERRA DO LAVRADOR CONTINUA SUBINDO!!!!!

Ceará tem menor taxa de contágio do País e estabiliza curva de Covid-19

Ainda não é a notícia que sempre quisemos dar, mas já é melhor do que muitas: a curva de contágio do novo coronavírus no Ceará está, hoje, estabilizada. Uma pesquisa do grupo Covid-19 Analytics, que reúne engenheiros, economistas e cientistas de dados, aponta que o Estado é o único de todo o País com taxa de contágio abaixo de 1 (0,92). Isso significa dizer que, em média, cada infectado no Ceará transmite o vírus para menos de uma pessoa - cenário que, se for mantido, deve frear o avanço da doença e diminuir o número de novos casos.
Atualmente, o Ceará tem 37.821 casos confirmados e 2.733 mortes por Covid-19. Outras 24.979 pessoas estão recuperadas. Em Fortaleza, são 21.328 confirmações da nova virose e 1.804 óbitos, enquanto os recuperados somam 13.950 casos. Os dados são do Integra SUS, plataforma da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), atualizados às 18h04 dessa quinta-feira (28).
O cálculo para se obter o número efetivo de reprodução (R) - nome oficial da "taxa de contágio" - considera variáveis como o crescimento de casos confirmados dia a dia, o número de pacientes recuperados e o de casos ainda ativos. Desse modo, outro fator que interfere nos resultados são os níveis de transparência na divulgação de dados por parte das secretarias de saúde estaduais, já que o Covid-19 Analytics utiliza fontes oficiais.
O levantamento da PUC-Rio mostra as taxas de contaminação no Ceará entre os dias 15 de abril, quando uma pessoa infectada no Estado transmitia a doença para outras 2,75; e 26 de maio, segundo dia em que a taxa ficou abaixo de 1, considerado o "ideal". O número favorável foi atingido ainda em 25 de maio, quando ficou em 0,99. A taxa atual do Brasil, de 26 de maio, é de 1,89.
O pico de transmissibilidade no Ceará, segundo os dados, foi registrado no dia 22 de abril, quando a taxa de contágio totalizou 3,01 - ou seja, um doente cearense passava o novo coronavírus para cerca de três pessoas, fazendo os casos se multiplicarem com maior velocidade.

O modelo matemático leva em conta também o tempo de recuperação de cada paciente, como explica Gabriel Vasconcelos, pesquisador de pós-doutorado da Universidade da Califórnia e integrante do Covid-19 Analytics. "A taxa está ligada diretamente a quantas pessoas cada doente infecta. O que a faz subir ou descer é a velocidade com que as pessoas se recuperam. Conforme os tratamentos forem avançando, o número desce; se os pacientes ficam doentes por mais tempo, podem infectar mais gente, e a taxa sobe", pontua.
Cautela
Conforme o pesquisador, "o Ceará tem apresentado uma queda do número de reprodução de forma consistente", sem oscilações, como o Rio de Janeiro, por exemplo. Aqui, desde 4 de maio, o contágio só cai. "O Estado está mostrando uma tendência estável, é uma coisa boa, aumenta nossa confiança. Mas como o Ceará passou pro patamar menor do que 1 agora, no dia 26, é preciso muita cautela, esperar se vai se consolidar assim. Não estamos dizendo que o número não pode voltar a subir", alerta Gabriel, destacando que a velocidade de transmissão em cidades do interior, por exemplo, é diferente da Capital. Locais onde a pandemia chegou depois tendem a ter taxas de contágio maiores.
Apesar da tendência positiva, ter cautela no retorno às atividades e ao convívio social é crucial. "O número acabou de ficar abaixo de 1, quarta e quinta eles tendem a ser mais altos, então é preciso ficar de olho. A taxa pode voltar a crescer. Se a 'volta gradativa' for realmente gradativa, é uma coisa boa. Se a taxa voltar a subir, tem que voltar a fechar", sentencia o pesquisador.
O gerente da Vigilância Epidemiológica de Fortaleza, Antônio Lima, informa que os modelos aplicados na Capital são diferentes dos da PUC-Rio, mas confirmam a estabilização e início de queda da média de casos diários na cidade. Já os registros de óbitos semanais seguem num patamar "bastante elevado", mas também estão "estabilizados desde o dia 10 de maio".
O epidemiologista pontua que outro fator, apesar de ausente dos cálculos, também é fundamental para se perceber o freio no avanço da pandemia: a menor procura de pacientes pelas unidades de saúde. "Quando falo de dados epidemiológicos, falo de uma semana atrás, existe uma defasagem nas taxas. Mas quando vejo a redução da demanda assistencial em postos de saúde e UPAs, com menos atendimentos de quadros graves de síndromes gripais, isso reflete o dia".
Retorno
Uma possível razão para o cenário otimista em Fortaleza (epicentro da doença no Ceará) foi o lockdown, em vigor desde 8 de maio. "Modelos desenvolvidos pós-lockdown já mostravam que fim de maio e início de junho seriam de maior estabilidade. Sem isolamento rígido, o pico se estenderia até julho. Não funcionou às mil maravilhas, não é um lockdown europeu, numa comunidade carente é muito mais complexo, mas o isolamento que girou em torno de 60% em alguns dias é satisfatório", frisa Dr. Antônio.
O retorno gradual às atividades, confirmado ontem (28) pelo Governo do Estado para o dia 1º de junho, considerou uma "combinação" de fatores, segundo ele. "O protocolo tem uma fase de transição, com cuidados rigorosos. As empresas precisam respeitar a restrição de contato, uso de máscara e álcool em gel, evitar aglomeração e manter distanciamento mínimo. O transporte público deve funcionar escalonado, para evitar lotações em horário de pico. São diversas questões para que não haja um novo pico e a fase seguinte possa acontecer", analisa o gerente.
Em live realizada ontem, o secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, afirmou que os atendimentos no sistema público de saúde caíram 50%, confirmando a tendência de queda de casos e óbitos. Sobre a reabertura do comércio e outras áreas, o titular ressaltou que foi "baseada na ciência". "Utilizamos critérios baseados na capacidade do sistema de saúde, como leitos por região e números de internações; na mortalidade e letalidade da doença, no risco e gravidade do surto epidêmico; e, por fim, em critérios que consideram a questão territorial", cita.
DN

Ceará tem 37.821 casos de Covid-19 e 24.979 recuperados; óbitos chegam a 2.733

O número de casos confirmados da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus Sars-CoV-2 chegou a 37.821 no Ceará, de acordo com os dados da plataforma IntegraSUS, atualizados às 18h04 desta quinta-feira (28) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Em comparação ao informe divulgado às 17h21 do dia anterior, foram 546 casos a mais.
Já em relação ao número de óbitos causados da doença, foram contabilizados 2.733, 62 a mais que o número notificado ontem (27). Nem todos os casos e mortes, porém, foram registrados nas últimas 24h. Nesse informe há registros de dias anteriores que só foram confirmados agora.
Os dados também mostram que 24.979 pessoas se recuperaram da Covid-19. Em comparação ao último informe do IntegraSUS, foram 63 pacientes a mais que receberam alta hospitalar ou ficaram livres da doença.
Capital
Fortaleza se mantém como a cidade com maior circulação do novo coronavírus, acumulando 21.328 confirmações e 1.804 óbitos pela doença. Em seguida, estão Caucaia e Sobral, que contabilizam 1.279 e 1.186 casos, respectivamente.
A letalidade da doença, no momento, é de 7,2%. Em todo o Estado, 46.895 casos estão em investigação e 92.342 pessoas já foram testadas.
Fonte: Diário do Nordeste

Ceará pode ter 80% da economia ativa a partir do dia 1º de junho



A fase inicial do plano de retomada da economia cearense já poderá ter um impacto considerável na economia do Estado. Segundo o secretário executivo de planejamento do governo estadual, Flávio Ataliba, a expectativa é que o Ceará recupere até mais 5% da atividade empresarial nos primeiros sete dias do projeto. Isso representará, considerando o valor adicionado bruto, 80% da economia cearense ativa. Durante a vigência dos decretos de isolamento, o dado apontava para 75% do total, segundo avaliação do Governo do Estado.
O cálculo leva em consideração que 66.975 empregos deverão ser reativados nessa fase transição que deverá ser iniciada no próximo dia 1º de junho. Na manhã dessa quinta-feira (28), o governador Camilo Santana anunciou os detalhes do plano de retomada e confirmou que 17 setores serão contemplados durante a etapa de testes no Ceará.
A lista conta com diretrizes para cada setor, com taxas de liberação que vão desde 0,6% a 100% para determinadas cadeias produtivas. O documento do Estado conta com a liberação de 30% da indústria química e correlatos (indústria de químicos inorgânicos, plástico, borracha, solventes, celulose e papel); 17,9% do setor de artigos de couros e calçados (fabricação de calçados e produtos de couro); 28,7% da indústria metal-mecânica e afins (fabricação de ferramentas, máquinas, tubos de aço, usinagem, tornearia e solda); 30% do setor de saneamento e reciclagem; 20% do setor de energia (construção para barragens e estações de energia elétrica, geradores); e 31% da cadeira da construção civil.
Também serão liberados 12,4% do setor de têxteis e roupas; 10,2% do ramo de comunicação, publicidade e editoração (impressão de livros, material publicitário, e serviços de acabamento gráfico); 0,8% da indústria e serviços de apoio (barbearias e salões de beleza inclusos); 16,9% do setor de artigos do lar (fabricação de eletrodomésticos e artigos domésticos); 12,4% da agropecuária; e 7,9% do segmento de móveis e madeira; 0,6% da área de tecnologia da informação.
Além disso, serão incluídos, 10,8% de logística e transporte (Metrofor, transporte rodoviário metropolitano na RMF e manutenção de bicicletas); 1,9% do setor automotivo; 100% da cadeia da saúde (comércio médico e ortopédico, óticas, podologia e terapia ocupacional); e 8,1% do setor de esporte, cultura e lazer (treinos de atletas de esportes individuais, além dos clubes de futebol participantes do Campeonato Cearense).
Para Ataliba, a projeção de obter bons resultados com o plano de retomada da economia no Estado é real, considerando que a fase de transição já deverá liberar 11,5% das cadeias produtivas paralisadas durante a pandemia do novo coronavírus.
Ataliba, que coordenou a área técnica do projeto, reforçou a confiança no plano da retomada da economia graças ao caráter científico e aos critérios sanitários e econômicos adotados na elaboração da lista de prioridades de setores que poderão reabrir.
"A perspectiva é a melhor possível, porque a consciência da população é de que teremos de ter todos os cuidados, pois estamos em outra realidade. E os empresários precisam reconhecer que é importante evitar a exposição do funcionário e do cliente. E isso faz com o decreto possa funcionar muito bem", afirmou.
Retorno
O secretário executivo de planejamento ainda comentou sobre a definição dos critérios para escolher a ordem dos setores que deveriam retornar às atividades. Segundo ele, foram considerados aspectos de risco sanitário (para controlar a propagação do coronavírus) e indicadores de impactos econômicos. Além disso, ele explicou que a liberação das empresas por cadeia produtiva deverá ajudar a dar mais tração à economia durante o plano de retomada.
"Pensamos em juntar todas as atividades da cadeia para se fazer sentido. E nos preocupamos em trazer o comércio também para dar liquidez às empresas, porque as empresa não vão ser reativadas só pela produção", disse. "Temos 600 mil empregos a recuperar e estamos tratando de 66 mil empregos para essa primeira fase. Isso pode fazer com que tenhamos 80% das atividades da economia ativas já na transição", completou.
Apoio
Já o secretário do desenvolvimento econômico e trabalho do Estado, Maia Júnior, reforçou que, a partir do início do plano de retomada, a responsabilidade para os cuidados com os protocolos de saúde será das empresas liberadas a operar. É importante lembrar que, para funcionar, os negócios terão de seguir as recomendações de segurança e saúde para garantir a estabilização dos números do coronavírus no Ceará.
Os protocolos deverão ser divulgados pelo Governo do Estado, mas o secretário reforçou que é importante que empresários procurem as entidades de classe para tirar dúvidas. Ainda assim, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) deverá manter um serviço de atendimento telefônico para tirar dúvidas sobre os protocolos de saúde. O Estado ainda deverá disponibilizar uma ferramenta para que empresas possam checar em que fase da retomada elas poderão voltar a operar.
Diário do Nordeste

Adolescente mata irmã de 10 anos a marteladas após briga por tablet



Um crime brutal chocou a cidade de Taraz, no Cazaquistão. Um adolescente de 15 anos matou a irmã, de apenas 10 anos, com golpes de martelo, enquanto ela dormia, após uma briga pelo uso do tablet. As informações são do DOL.
De acordo com a imprensa local, depois de assassinar a irmã, o jovem, identificado como Aleksey, a levou o corpo da vítima para rua e a colocou em frente ao portão de vizinhos.
Pela manhã, ele trocou de roupas e foi ao quarto dos pais e disse que a irmã “havia desaparecido”. A família chamou a polícia, que encontrou Luda com os ossos do crânio quebrados no portão da residência do vizinho. Os paramédicos foram acionados, mas já era tarde demais.
Uma testemunha contou a policia que ouviu uma briga durante a noite anterior pelo tablet. Luda queria usar o equipamento para estudar, enquanto o irmão gostaria de jogar. “Logo depois, vi ele carregando um martelo”.
Em depoimento, o irmão confessou o crime, durante buscas na casa, a polícia encontrou o martelo e as roupas dele sujas de sangue. Se condenado, Aleksey pode pegar até 15 anos de prisão. Durante o interrogatório, ele disse que matou a irmã porque ela “encheu meu saco”.
180 graus

Homens entre 35 e 39 anos lideram mortes por coronavírus no Cariri; veja perfil das vítimas na região

Homens entre 35 e 39 anos são os que mais morrem em decorrência do novo coronavírus na macrorregião do Cariri, já são 40 casos. Os dados são atualizados diariamente pela Secretaria de Saúde do Ceará, através da plataforma IntegraSUS. Além dos índices sobre óbitos, confirmados, suspeitos e taxas de internação, o órgão também informa a faixa etária e o gênero dos pacientes no estado.
O 2º perfil com mais óbitos no Cariri também é composto por homens, mas na faixa etária de 30 a 34 anos, já com 37 mortes contabilizados. Em seguida, mulheres com idade entre 40 e 44 anos, com 36 óbitos. Diferentemente da divisão usual que separa as cidades do Cariri do restante do estado, a macrorregião considerada para assinalar índices durante a pandemia considera mais cidades.
Entram nesse balanço, portanto, Iguatu; Acopiara; Icó; Orós; Mombaça; Catarina; Jucás; Cedro; Quixelô; Deputado Irapuan Pinheiro; Cariús e Piquet Carneiro.
Perfil de mortos na macrorregião do Cariri até o dia 28/05 (Foto: Integra/SUS).
Por Felipe Azevedo
Miséria.com.br


Águas da Transposição do Rio São Francisco chegarão ao Ceará em junho

As obras físicas que garantem a passagem da água do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf) até o território cearense foram concluídas, segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). O trecho finalizado vai garantir a interligação entre os reservatórios Milagres, em Verdejante (PE), e Jati, na cidade homônima no Ceará, que fazem parte do Eixo Norte do empreendimento.
Agora, para que as águas cheguem ao Ceará, basta que o processo de enchimento do reservatório Milagres, ainda em solo pernambucano, seja finalizado. Assim que estiver cheio, as águas do ‘Velho Chico’ atravessarão a divisa entre Pernambuco e Ceará. A expectativa é que a barragem de Jati comece a receber o recurso hídrico já no próximo mês de junho.
Em agosto, devem ser iniciados os testes de entrega de água do ‘Velho Chico’ ao Cinturão das Águas do Ceará (CAC), obra executada pelo governo estadual. Se tudo ocorrer bem, da barragem de Jati, as águas da Transposição seguem até o Açude Castanhão, pelo através do chamado “eixo emergencial”, de 53 quilômetros de extensão.
O recurso hídrico será transportado pelo CAC até o Riacho Seco, em Missão Velha, e de lá seguirá pelo Rio Salgado, onde deságua no Rio Jaguaribe. A expectativa é 4,5 milhões de pessoas sejam abastecidas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).
Neste ano, o Governo Federal já aportou recursos que somam R$ 271,5 milhões nos dois Eixos do maior empreendimento hídrico do País. Ao todo, o Pisf está orçado em R$ 10,7 bilhões. “O acesso à água é um direito universal dos cidadãos. A conclusão desta etapa do Projeto São Francisco é mais um avanço para que o povo cearense possa ter a tranquilidade do acesso à água e mais oportunidades para o desenvolvimento”, destaca o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.
O MDR também informou que as obras necessárias para o avanço das águas do Rio São Francisco entre os reservatórios Jati, no Ceará, e o Caiçara, na Paraíba, também já estão concluídas. Isso permite que o recurso hídrico siga em direção ao estado paraibano e ao Rio Grande do Norte, testando as demais estruturas daquele trecho.
Fonte: Diário do Nordeste


EVANGELHO DE HOJE COM PADRE CHICO SILVEIRA > RÁDIO IMACULADA CONCEIÇÃO > SP > EXCLUSIVO!!!!

29/05/2020 > SEXTA-FEIRA
"Evangelho João 21, 15-19 > Simão tu me amas?