Com a pandemia de Covid-19, Ceará triplica leitos de UTI no Interior

04/07/2020 > SÁBADO
Com a pandemia da Covid-19, uma ampliação e regionalização da estrutura de saúde de alta complexidade — demanda do sistema público há décadas — foi observada em tempo recorde no Ceará. O número de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no Interior mais do que triplicou. Saindo de 179 para 590 leitos. O Estado detinha 745 leitos do tipo, chegando a 1.706 cerca de três meses e meio depois do início dos registros da infecção em Fortaleza. Apesar de permitir melhor estruturação, o momento pós-pandemia apresentará um desafio no que se refere a manutenção dos equipamentos e profissionais considerando as unidades que continuarão no sistema, visto que são de alto custo.
O aumento dos leitos de terapia intensiva, contudo, ainda não dá margem para tranquilidade. A infecção avança duas vezes mais rápido no Interior do que na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), segundo boletim do Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Consórcio Nordeste. O Ceará registra 118.311 casos e 6.373 mortes pela doença, segundo atualização feita às 17h56min de ontem, 3, na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Das confirmações, 70% são fora de Fortaleza.
A expansão dos leitos "fez com que cidades que tradicionalmente não tinham UTI, como Itapipoca, Tianguá, Crateús, Tauá, Iguatu, Limoeiro e Icó tivessem leitos que vão servir para o 'pós-Covid'", frisa Dr. Cabeto, titular da Sesa. "O Ceará executa o planejamento de instituir salas de estabilização com ventiladores do Estado. Significa que está no plano que todos os 184 municípios disponham de salas para atendimento de doentes graves para que o Samu possa chegar e executar a transferência", afirma. Foram criados 2.833 mil novos leitos para o atendimento a pacientes com Covid-19, sendo 961 de UTI (550 na região de Fortaleza e 411 nas outras quatro regiões) e 1.872 de enfermaria.
Há uma desigualdade histórica nos serviços assistenciais no Brasil representada pela distribuição dos leitos de UTI. A disparidade é observada de três formas: entre serviço público e privado; a partir das diferenças econômicas das regiões; entre capitais e cidades do Interior, salienta Carmem Leitão, professora do Departamento de Saúde Comunitária da Universidade Federal do Ceará (UFC) e coordenadora do Observatório de Políticas Públicas de Saúde (OPP-Saúde/UFC).
O movimento de ampliação "inédito" foi ao encontro da necessidade que o Estado tinha há vários anos e aconteceu conforme a lógica da regionalização, avalia Jurandi Frutuoso, secretário executivo do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e ex-secretário da Saúde do Ceará. "O grande desafio será como manter os leitos como ampliação do SUS permanentemente. O credenciamento dos leitos foi feito para a pandemia. O Ministério (da Saúde) vai abrir outro tipo de negociação e reconhecer a ampliação nos municípios onde se deu obedecendo a lógica do planejamento bem feito. Se sustenta o argumento de cobrar do ministério ajuda esse custeio pós- pandemia", analisa.
Maior que o custo de instalação, é o custo de manutenção dos equipamentos e profissionais, o valor agregado, aponta Helyn Thami, pesquisadora do Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS) e integrante da plataforma CoronaCidades. "Como estamos em um momento de pandemia, alguns serão desinstalados e não seria um problema. Em alguma medida é possível manter essa estrutura sem problemas quanto à manutenção. O que não pode é fazer essa escolha sem fazer um diagnóstico da demanda. Uma boa forma de avaliar as filas de espera para procedimentos para saber o quanto da estrutura deve ser mantida", analisa. Helyn destaca que o processo requer diálogo interfederativo e fluxos de regulação conjuntos para diagnosticar onde estão os gargalos e qual seria a realocação mais útil desse estrutura.

"É preciso que toda a equipe interdisciplinar esteja apta para atuar nesse tipo de serviço. Um desafio não menor é a questão da atração e fixação de profissionais especializados no interior do estado. Este problema ainda é persistente e explicado por diversos fatores. Uma UTI não está isolada de outros setores de um hospital. Precisa dialogar com o pessoal da cirurgia, dos exames, da emergência", frisa a professora Carmem Leitão.
"Além dos leitos de UTI, ampliamos a quantidade de respiradores. Muitos municípios estratégicos receberam respiradores para apoiar, para que a equipe tivesse segurança de intubar o paciente e esperar o leito de UTI", acrescenta Sayonara Cidade, presidente do Conselho das Secretarias Municipais da Saúde do Ceará (Cosems/CE). Dentre os critérios que devem ser avaliados para a quantidade de leitos que deve permanecer estão a equipe, especialidades, serviço de apoio ao diagnóstico, porte do hospital.
TESTAGEM
Estudo epidemiológico foi o maior realizado sobre a Covid-19 no Brasil e teve os resultados apresentados nesta semana pela UFPel e Ministério da Saúde.
Fonte: O Povo

Casos de coronavírus avançam quase duas vezes mais rápido no Interior do Ceará, afirma Comitê Científico


Novos casos da Covid-19 crescem duas vezes mais rápido no interior cearense do que na região metropolitana de Fortaleza, segundo boletim do Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Consórcio Nordeste. Os municípios com maiores picos de crescimento dos casos, em 29 de junho, eram Crato, Granja, Groaíras, Maracanaú e Mombaça, conforme destaca o documento, divulgado na quinta-feira, 2.
O Comitê Científico aponta outro dado que gera preocupação: um grande número de cidades do interior do Ceará, incluindo a segunda maior cidade do estado, Sobral, cruzou a marca de mais de 3 mil casos por cem mil habitantes. De acordo com o Comitê, esse número supera em 50% a marca de infectados por cem mil habitantes registrada pela cidade de Nova Iorque, considerada um dos maiores focos de infecção pelo coronavírus em todo o mundo.
Até o dia 22 de junho, o fator de reprodução (RT) de Fortaleza estava em 0,76. O número oscilou pouco desde o fim de maio, quando registrou 0,78. Essa taxa, que se refere à capacidade de transmissão do vírus de uma pessoa infectada para outra suscetível, permaneceu abaixo de um desde o fim do lockdown em Fortaleza, no dia 31 de maio, de acordo com os modelos apresentados pelo Comitê. Quando o valor está abaixo de um, significa que um infectado pode transmitir a infecção para menos de uma pessoa.
“Como resultado de um lockdown efetivo, a cidade de Fortaleza experimentou uma queda significativa de casos e óbitos desde o último boletim emitido por este comitê [em 1º de junho]”, ressalta o documento. Em paralelo a isso, o Estado viu a pandemia se agravar em municípios do Interior. A cidade de Juazeiro do Norte, por exemplo, enfrentou um crescimento de 123% dos casos de coronavírus. Com o avanço do surto, as cidades de Sobral, Tianguá, Juazeiro do Norte, Iguatu, Crato, Barbalha e Brejo Santo continuam em lockdown.
Também no interior do Ceará, registra-se alta taxa do fator de reprodução da Covid-19, a exemplo do valor observado pelo Comitê em Sobral (1,64), Quixadá (1,81), Morada Nova (1,73) e Viçosa do Ceará (1,68), em 27 de junho. Conforme o grupo, todos estes fatores contribuíram para o avanço de novos casos de coronavírus no interior cearense, em velocidade quase duas vezes mais rápida do que na região metropolitana de Fortaleza. “Isso indica que Fortaleza também corre o risco de sofrer um efeito bumerangue de grande monta nas próximas semanas”, frisa.
Considerando as informações apontadas pelo boletim, o Comitê Científico orienta ações de enfrentamento ao avanço da pandemia. Entre elas, há a recomendação para que todas as rodovias que ligam Fortaleza ao interior do estado do Ceará sejam alvo de barreiras.
Também orienta o possível bloqueio intermitente de tráfego de carros particulares e total de ônibus intermunicipais para reduzir a interiorização da pandemia. Tráfego de transporte de carga essencial e transporte de pacientes são exceções. “Além disso, o comitê recomenda o estabelecimento de um programa estadual de Brigadas Emergenciais de Saúde com objetivo de quebrar as altas taxas de reprodução de casos no interior do estado”, finaliza a nota.
Sobre o Comitê Científico do Consórcio Nordeste
Os governadores que integram o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste decidiram pautar as decisões de combate à pandemia mundial de coronavírus a partir do conhecimento científico e criou o Comitê Científico do Consórcio Nordeste.
O grupo é formado por cientistas, pesquisadores e médicos representantes dos nove estado, sob a coordenação do neurocientista Miguel Nicolelis e do físico e ex-ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende. Juntos, os integrantes sugerem estratégias para controle da Pandemia de Covid-19.
Participam do comitê os seguintes cientistas e pesquisadores: Roberto Badaró (BA), Maurício Lima Barreto (BA), Adélia Carvalho de Melo Pinheiro (BA), Antônio Silva Lima Neto (CE), Marcos Pacheco (MA), Priscilla Karen de Oliveira Sá (PB), Luiz Cláudio Arraes de Alencar (PE), Sinval Brandão Filho (PE), José Noronha (PI) e Marco Aurélio Góes (SE).
Fonte: O Povo

OMS vê primeiros resultados de testes com medicamentos para covid-19

Remédios, comprimidos
A Organização Mundial da Saúde (OMS) deve obter em breve resultados de ensaios clínicos que está conduzindo com medicamentos que podem ser eficazes no tratamento de pacientes com covid-19, disse nesta sexta-feira (3) o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.
"Cerca de 5.500 pacientes em 39 países foram recrutados até agora para o ensaio ´Solidariedade´", disse ele em entrevista coletiva, referindo-se aos estudos clínicos que a agência da ONU está conduzindo pelo mundo.
"Esperamos resultados intermediários nas próximas duas semanas", acrescentou.
O programa da OMS começou com cinco braços analisando possíveis tratamentos para a covid-19: atendimento padrão; remdesivir; os medicamentos antimalária cloroquina/hidroxicloroquina; os medicamentos para HIV lopinavir/ritonavir; e lopanivir/ritonavir combinados com interferon.
No início deste mês, a OMS interrompeu o teste com cloroquina/hidroxicloroquina, depois que estudos indicaram que não mostravam benefício para quem tem a doença, mas ainda são necessários mais estudos para verificar se podem ser eficazes como medicamento preventivo.
Mike Ryan, chefe do programa de emergências da OMS, disse que seria imprudente prever quando uma vacina pode estar pronta contra a covid-19, a doença respiratória causada pelo novo coronavírus, que matou mais de meio milhão de pessoas no mundo.
Embora uma candidata a vacina possa mostrar sua eficácia até o final do ano, a questão é quanto tempo levará para a vacina ser produzida em massa, disse ele à associação de jornalistas da ONU em Genebra.
Atualmente, não existe vacina comprovada contra a doença, e 18 possíveis candidatas estão sendo testadas em seres humanos.
As autoridades da OMS defenderam sua resposta ao vírus que surgiu na China no ano passado, dizendo que foram movidos pela ciência. Ryan disse lamentar que as cadeias globais de suprimentos tenham sido interrompidas no início da pandemia, privando equipes médicas de equipamentos de proteção.
"Lamento que não houvesse acesso justo e acessível às ferramentas da Covid. Lamento que alguns países tenham mais do que outros e lamento que os trabalhadores da linha de frente tenham morrido por causa disso", acrescentou.
Ele cobrou os países a identificarem novos surtos de casos, rastrear pessoas infectadas e isolá-las para ajudar a quebrar a cadeia de transmissão.
"As pessoas que se sentam ao redor de mesas de café e especulam e falam (sobre transmissão) não conseguem nada. As pessoas que perseguem o vírus conseguem conquistar as coisas", disse.
Agência Brasil

Sorteio da Mega-Sena pode pagar hoje prêmio de R$ 27 milhões


Mega-Sena, loterias, lotéricas

O concurso 2.276 pode pagar hoje (4) um prêmio de R$ 27 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet.
As apostas podem ser feitas até às 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet.
O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.
Agência Brasil

Gestores públicos têm até 19/7 para enviar questionário preenchido sobre ações de combate à Covid-19



Foi prorrogado, até o dia 19 de julho, o prazo para que os gestores estaduais e municipais, dos órgãos e entidades jurisdicionados ao Tribunal de Contas do Estado do Ceará, enviem os questionários preenchidos sobre as atividades de combate ao Coronavírus. O adiamento da entrega se deu diante das dificuldades técnicas e operacionais decorrentes do isolamento social, provocado pela pandemia. 
A iniciativa faz parte do Sistema Nacional de Questionários Eletrônicos (Sinaque), ferramenta disponibilizada às Cortes de Contas, entre elas o TCE Ceará. A primeira ação do programa tem como tema “Atuação Nacional dos Gestores Públicos no Enfrentamento à Covid-19”.
“O Sinaque é uma importante ferramenta proposta pelo Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC), com o objetivo de auxiliar as ações de fiscalização dos tribunais e fomentar o controle social”, ressaltou o presidente da Corte cearense, conselheiro Valdomiro Távora. No TCE Ceará, a ação é coordenada pela Secretaria de Controle Externo (Secex), por meio do Grupo de Trabalho Covid-19.
O ofício, encaminhado pela Presidência dia 25/6, contém o acesso ao questionário virtual, com login e senha. O jurisdicionado que não receber o questionário, poderá solicitá-lo através do e-mail grupo.covid@tce.ce.gov.br. As dúvidas podem ser esclarecidas pelo mesmo endereço eletrônico ou pelo telefone (85) 3488-5925, de segunda a sexta-feira, das 9 às 15 horas.
Os Tribunais de Contas receberão as informações na íntegra para quem realizem processamentos locais, de forma independente. Os dados compilados serão divulgados de forma aberta no site do Sinaque.
Saiba mais
O Sistema Nacional de Questionários Eletrônicos (Sinaque) é uma ferramenta padrão disponibilizada ao Sistema Tribunais de Contas para levantamento de dados, que tem como metodologia a aplicação de questionários eletrônicos temáticos aos jurisdicionados das Cortes de Contas brasileiras.
O objetivo é a consolidação, construção e disponibilização de base nacional de dados das ações dos gestores públicos do país. A iniciativa tem como meta a constante difusão da base de dados como fonte de pesquisa para auxiliar os Tribunais de Contas. A ferramenta eletrônica foi desenvolvida pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás e disponibilizada às demais Cortes por meio do CNPTC.
“A ideia da organização do Sistema é que os próximos temas possam ser uma ramificação do primeiro assunto do Sinaque, a Covid-19, de forma mais aprofundada, sendo levantados dados das consequências da pandemia, como o retorno às aulas presenciais, dentre outros”, informou o superintendente de Gestão Técnica do TCM-GO, Horácio de Moura Septimio.

Paulo Guedes anuncia o fim do Bolsa Família e a criação do Renda Brasil



O ministro da Economia, Paulo Guedes, reafirmou que o governo criará um novo programa social, o Renda Brasil. A ideia, segundo Guedes é atender, além do público atual do Bolsa Família, trabalhadores que exercem atividades informais.
De acordo com o ministro, o Renda Brasil reunirá programas sociais existentes e terá valor mais alto do que o Bolsa Família.
Em evento virtual promovido pela Abdib (Associação Brasileira de Indústria de Base), o ministro disse querer "dignificar" essas atividades e que é preciso dar ferramentas para os trabalhadores saírem da assistência social.
"Qualquer brasileiro que cair, em qualquer momento, ele cai no Renda Brasil. Mas se ele não tiver mutilações físicas, defeitos que o impeçam... Às vezes é um idoso, mutilado, que vende bala no sinal, aí talvez não consiga ser empregado e merece ser amparado no Renda Brasil. Mas o outro, mais jovem, pode ter caído emergencialmente. Temos que ter as ferramentas para ele sair da assistência social", disse.
Governo Federal

Avião com 70 toneladas de equipamentos de proteção individual (EPIs) chegou em Fortaleza, nesta madrugada



O Governo do Ceará recebeu, na madrugada deste sábado (4), mais um carregamento com 70 toneladas de equipamentos de proteção individual (EPIs) adquiridos para dar mais segurança aos profissionais de saúde que estão atuando no combate à pandemia de Covid-19.
Os equipamentos serão distribuídos aos hospitais e unidades da rede pública estadual e, também, para ajudar a rede de saúde dos municípios cearenses.
O avião pousou à 1h10, no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional Pinto Martins, carregado cEsse é o quarto avião que desembarca no Ceará, com carregamentos para ajudar no combate à pandemia. Em abril, chegaram as primeiras 90 toneladas de insumos, testes e EPIs. Já em maiôs, os 200 primeiros respiradores e mais testes rápidos. No final de junho, outros 300 respiradores.om máscaras, aventais e toucas descartáveis e máscaras N95.

China diz que o vírus da gripe suína não é novo e não infecta humanos facilmente


Criação de porcos

A pesquisa, realizada por uma equipe de cientistas chineses e publicada pela revista norte-americana Procedimentos da Academia Nacional de Ciências (PNAS, em inglês), alertou que um novo vírus da gripe suína, chamado G4, se tornou mais infeccioso para humanos e poderia se tornar um vírus com "potencial de pandemia”.
Em comunicado, o Ministério da Agricultura da China afirmou que o estudo foi interpretado "de maneira exagerada e não factual".
Uma análise do ministério concluiu que a amostragem do estudo publicado é muito pequena para ser representativa, enquanto o artigo carece de evidências adequadas para mostrar que o vírus G4 se tornou a cepa dominante entre os porcos.
A pasta disse que tirou suas conclusões depois de realizar um seminário sobre o impacto do vírus G4 na indústria suína e na saúde pública. Os participantes incluíram veterinários chineses e especialistas em vírus, além dos principais autores do estudo publicado pela PNAS.
Os participantes concordaram que o vírus G4 não é novo, afirma o comunicado. Além disso, essa cepa tem sido monitorada continuamente pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e por agências relacionadas na China desde 2011, disse o comunicado.
Adicionalmente, os autores do estudo publicado concordaram que o vírus G4 não se replica efetivamente no corpo humano e não causa doenças, de acordo com o comunicado.
A declaração do ministério foi de autoria de Yang Hanchun, cientista de doenças virais em suínos da Universidade Agrícola da China, que também desempenha o papel de especialista em um comitê antiepidêmico do ministério.

EVANGELHO DE SÁBADO COM PADRE CHICO SILVEIRA

04/07/2020 > SÁBADO

Advogado que ajudou a esconder Queiroz tem longo ‘currículo’ de crimes

ATUALIZAÇÃO, ÀS 18:27
Com o aparecimento de Fabrício Queiroz em Atibaia, em 18 de junho, veio à tona um nome fundamental na trama para fazer com que o ex-­PM suspeito de ser laranja do clã presidencial evaporasse do mapa por um ano e meio: Edevaldo de Oliveira, 63 anos, morador da mesma Atibaia e homem de firmes laços com o agora ex-advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef. Com ele, Edevaldo, também advogado, reuniu-se, na presença do próprio Queiroz, para articular a operação que o manteve escondido na casa de Wassef, segundo reportagem do jornal O Globo. Mesmo insistindo em que “apenas conhece” o ex-­advogado dos Bolsonaro, Edvaldo foi designado em janeiro de 2019 para uma importante missão envolvendo seu principal cliente, o senador Flávio Bolsonaro: acompanhar o depoimento de um ex-assessor investigado no caso da rachadinha — esquema de desvios implantado em seu gabinete quando era deputado estadual. É sabido que, antes de atuar nos tribunais, o advogado de Atibaia foi policial rodoviário federal — mas seu bem guardado currículo revela muito mais.
A revista Veja teve acesso ao processo número 2013/0174509-2, um calhamaço de 460 páginas que inclui uma extensa lista de crimes aos quais Edevaldo respondeu. Em 1995, ele foi condenado e preso por falsidade ideológica e roubo de cargas. As investigações mostraram que o ex-policial parava motoristas em rodovias para depois assaltá-­los. Também foi acusado, mas não condenado, de integrar uma quadrilha comandada por um delegado que praticava extorsão de criminosos e tráfico de drogas. Chamam atenção ainda no vasto documento dois processos por homicídios qualificados e um por tentativa de homicídio. Destes, Edevaldo acabou sendo inocentado. Mesmo com toda essa ficha, ele obteve o registro na Ordem dos Advogados do Brasil, que conseguiu em 2011, depois de uma graduação em direito. A lei 8?906, que rege o estatuto da Ordem, estabelece que só são aceitos na instituição profissionais com “idoneidade moral”. Pois Edevaldo pegou a carteirinha número 35?330 apresentando um processo de reabilitação criminal, instrumento que garante a quitação de contas com a Justiça, embora àquela época ainda pesasse sobre ele uma das acusações por homicídio, da qual se livraria apenas em 2017. A Veja, ele diz: “Foi tudo legal”. Agora que ganhou os holofotes, o currículo nada envernizado que queria ver enterrado volta a assombrá-lo.
Fonte: Veja

América Latina considera o Brasil como pior exemplo em relação à pandemia de Covid-19

Os governos do Uruguai, Paraguai e Argentina são os países da América Latina que receberam as melhores notas pela resposta à pandemia de Covid-19, causada pelo coronavírus, de acordo com uma pesquisa realizada na região e divulgada nesta sexta-feira, 3, enquanto o Brasil teve o pior desempenho.
O levantamento da consultoria Trespuntozero mostra que, em oito dos 10 países em que o estudo foi realizado, os entrevistados consideraram o Uruguai um dos que melhor controlaram a pandemia.
A sondagem foi feita com 10 mil pessoas distribuídas igualmente em Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Peru, Equador, Colômbia, México, Costa Rica e República Dominicana. Não foram feitas entrevistas no Brasil.
Questionados sobre qual país da região estava fazendo o pior trabalho em relação à pandemia, 38,54% dos entrevistados responderam que era o Brasil.
Segundo a pesquisa, a atuação do presidente uruguaio, Luis Lacalle Pou, no combate à pandemia teve aprovação de 77,8% em seu próprio país. A aprovação do paraguaio Mario Abdo foi de 76,7% em seu país, e a do argentino Alberto Fernández de 68%.
Segundo a Johns Hopkins University, o Uruguai registra 943 casos e 28 mortes, enquanto o Paraguai com 2.303 e 19 mortos, e a Argentina 69.941 casos e 1.403 mortes. No Brasil, dados do são 1.496.858 casos e 61.884 mortes.
“Os países pesquisados foram claros sobre qual modelo não seguir: o Brasil”, disse Shila Vilker, diretora da Trespuntozero, que tem sede em Buenos Aires.
O presidente Jair Bolsonaro critica o distanciamento social adotado por governadores e prefeitos. Na madrugada desta sexta, Bolsonaro vetou o uso obrigatório de máscaras em comércios, escolas e templos.
Fonte: Veja

Clima esquenta em Boa Viagem: vereador vai até emissora de Rádio enquanto prefeita dava entrevista

No início da tarde desta sexta-feira, 03, uma confusão ocorreu nos bastidores da rádio Liberdade AM, de Boa Viagem. Na ocasião, a prefeita da cidade, Aline Vieira (PL), estava na emissora e concedia entrevista acerca da projeto de lei nº 019/2020, que autoriza o município a participar do Consórcio Público do Manejo de Resíduos Sólidos da Região do Sertão Central 2, e que foi rejeitado pela Câmara dos Vereadores por 8 votos contrários e 6 favoráveis.
O vereador Adelmo Rodrigues (PSD), que declarou que o PL criaria a “taxa do lixo”, chegou na emissora exaltado, conforme o radialista João Alves e a prefeita, “batendo na mesa da recepção”. O locutor, na ocasião, orientou que o parlamentar ligasse para participar do debate, já que havia sido citado, “em razão da quantidade de pessoas no estúdio”. Logo em seguida, Aline pede que sejam chamados os seguranças, pois o vereador estaria “ameaçando e gritando, com uma atitude muita violenta e agressiva”.
“Eu não quero passar por nenhuma situação de violência. Vim aqui para fazer um debate de ideias […] Totalmente descontrolado. O vereador foi pego na mentira e está aí, batendo na mesa… Isso é triste”, ressaltou a gestora.
Na entrevista, Aline declarou que o PL não cria “taxa do lixo”, pois seria preciso uma lei específica para o assunto, e enfatizou que houve “má fé” por parte de parlamentares da Câmara, afirmando que a criação de tal taxa seria “mentira”.
Ligação
Adelmo ligou para o programa e participou. O vereador afirmou que foi na emissora para mostrar o PL à prefeita e perguntar se ela reconhecia a própria assinatura.
“Quem está mentindo é a senhora, descaradamente”, afirmou Adelmo em sua participação. Em seguida, Aline diz que o vereador foi ao local para agredi-la, e que foi necessário chamar a Guarda Municipal para que ela pudesse sair da emissora “pois ele estava a ameaçando”.
Em sua defesa, o parlamentar afirmou que toda a ação feita por ele foi filmada. “Eu fui apenas para olhar no olho da prefeita, pedir respeito e dizer que mentirosa é ela”.
Versão de Adelmo
O vídeo citado pelo vereador está disponível em uma de suas redes sociais. A mídia mostra desde o momento que o parlamentar chega ao prédio da emissora até o minuto em que sai. Pelo portão estar fechado, ele pede permissão para entrar, adentra ao local e se dirige ao estúdio, que estava trancado.
“O João me deve o direito de sentar lá. Não vou, em momento algum, agredir a prefeita ou ataca-la. Agora, eu vou dizer, sim, que ela está mentindo, que ela falta com a verdade e que quer criar a taxa do lixo em Boa Viagem”.
Ao sair da emissora, o vereador volta a afirmar que fala a verdade sobre o PL: “Prefeita, pode ter certeza, que quando eu falar, é com a verdade, porque eu tenho documentos”.
Repórter Ceará

Voo com mais 70 toneladas de equipamentos de proteção individual chega ao Ceará, nesta sexta-feira 3



O Governo do Ceará recebe, nesta sexta-feira (3), mais um carregamento, com 70 toneladas de equipamentos de proteção individual (EPIs) adquiridos para dar mais segurança aos profissionais de saúde que estão atuando no combate à pandemia do novo coronavírus nas unidade do Estado.
A informação foi repassada pelo governador Camilo Santana em pronunciamento em suas redes sociais, na noite desta quinta-feira (2).

MPF quer manter decisão que suspendeu construção de adutora em Acopiara (CE)

A imagem destaca uma lupa acima da frase "fiscalização de atos administrativos"
O Ministério Público Federal (MPF) concorda com a decisão liminar, proferida pela Justiça Federal em primeira instância, que determinou a suspensão da construção de uma adutora para o abastecimento de água no município de Acopiara, no Ceará, por suspeita de irregularidades no uso de verbas federais. Por meio de parecer, enviado ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), a procuradora regional da República Socorro Paiva se manifestou contra o recurso do prefeito da cidade, Antônio Almeida Neto, solicitando a retomada da obra.
Segundo consta no processo, o município de Acopiara firmou, no final de 2019, convênio com o Ministério do Desenvolvimento Regional, no valor de R$ 11.129 milhões, para construção de uma adutora na localidade. Para realização da obra, o prefeito contratou diretamente a empresa Colinas Construções Transportes e Serviços Eireli.
O argumento para dispensar a licitação foi a situação emergencial ocasionada pelo baixo nível de água disponível para o abastecimento da população em decorrência de intensas secas. O gestor também destacou a emergência de saúde pública ocasionada pela pandemia de covid-19, enfatizando que a água constitui recurso fundamental à prevenção da doença.
Transbordamentos - O MPF contesta a justificativa de seca ressaltando a ocorrência de transbordamentos em uma das barragens de Acopiara, fato que teve ampla repercussão pela imprensa. “Antes mesmo de tais transbordamentos, já existia nos autos informação prestada pelo prefeito de o quantitativo de água disponível ser suficiente para o abastecimento do município por, ao menos, um ano; prazo no qual o expediente licitatório, por óbvio, poderia, como pode, ser realizado”, assinala a procuradora regional da República Socorro Paiva.
A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) também confirmou que uma das barragens da cidade está sangrando, ou seja, atingiu o volume de 100% da capacidade de armazenamento de água em decorrência das chuvas. A instituição informou que o estoque de água para o abastecimento da população está, inclusive, superior ao nível de anos anteriores.
Na decisão, a Justiça Federal do Ceará destacou que uma obra de grande complexidade, que necessita de investimento de alto custo, não se enquadra no conceito de “emergência ou calamidade pública”, presente na Lei 8.666/93. Isso porque esse tipo de serviço exige o detalhamento das condições técnicas de execução e viabilidade de realização da obra em determinada localidade, o que demanda tempo.
Processo 0806038-18.2020.4.05.0000
Confira a íntegra do parecer, ABAIXO
Assessoria de Comunicação Social
Procuradoria Regional da República da 5.ª Região
(81) 2121.9823 / 2121.9824
prr5-ascom@mpf.mp.br

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL > 

DESTAQUE > ACOPIARA > CE > BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO OFICIAL DIVULGADO PELA SECRETARIA DA SAÚDE DA TERRA DO LAVRADOR!!!

03/07/2020 > SEXTA-FEIRA
Nenhuma descrição de foto disponível.

José Serra é alvo de nova fase da operação Lava Jato em investigação de lavagem de dinheiro



O senador e ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) é alvo, na manhã desta sexta-feira (3), de uma nova etapa da Operação Lava Jato, em São Paulo por lavagem de dinheiro. A Polícia Federal faz buscas contra ele em uma nova fase da operação. Na operação desta sexta, a PF cumpre oito mandados de buscas e apreensão em São Paulo e no Rio de Janeiro.
Segundo informações da Polícia Federal, José Serra usou o cargo de governador entre 2006 e 2007 para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefi?cios relacionados a?s obras do Rodoanel Sul. A polícia afirma que a empresa pagou milho?es de reais empreiteira por meio de uma rede de empresas fora do Brasil, para que o real beneficiário dos valores na?o fosse detectado pelos o?rga?os de controle.
Filha e empresário envolvidos
Ainda de acordo com a operação, o empresário Jose? Amaro Pinto Ramos e Vero?nica Serra, que é filha do ex-governador, construiram empresas no exterior, ocultando seus nomes, e por meio delas receberam os pagamentos que a Odebrecht destinou ao enta?o governador de Sa?o Paulo.
O Ministério Público Federal afirmou que Verônica e Ramos fizeram transferências para dissimular a origem dos valores, e os mantiveram em uma conta de offshore controlada, de maneira oculta, por Vero?nica Serra até o final de 2014, quando foram transferidos para outra conta de titularidade oculta, na Sui?c?a.
O MPF obteve autorização na Justiça Federal para o bloqueio de cerca de R$ 40 milhões em uma conta no país.
Fonte: Diário do Nordeste

Camilo condena as fake news e diz que devem ser combatidas com a aplicação da lei



O governador Camilo Santana disse ser "inaceitável essa onda de fake news, que toma conta das redes sociais, mesmo em meio à grave pandemia". O governador cearense foi duro: "Usam a mentira como arma para promover o caos e destruir reputações".
Fake news não é liberdade de expressão. É crime. O governador Camilo Santana cobrou aplicação do rigor da lei contra as falsas notícias.

Renato Feder, apadrinhado do apresentador Ratinho, da direita radical, será o novo ministro da Educação

Renato Feder é o novo titular do Ministério da Educação. A nomeação foi feita pelo presidente Jair Bolsonaro, nesta sexta-feira (3). Feder, da direita radical, ocupava o cargo de secretário de Educação do Paraná e é ligado ao apresentador de TV Ratinho
Dentre suas atribuições, o ministro deverá coordenar a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a volta às aulas.
O antecessor de Renato, Carlos Decotelli, deixou o Ministério, na última terça-feira (30), após cinco de dias de ocupação do cargo, por informações incorretas em seu currículo.

ACOPIARA > CE > PREPARE-SE PARA O MAIOR FESTIVAL DE CAMA, MESA E BANHO E UTILIDADES PARA O LAR NA REDE MOVELETRO!!!

ACOPIARA > TÁ DIFÍCIL > FAÇA SEU EMPRÉSTIMO CONSIGNADO NA MOVELETRO > A LOJA QUE TAMBÉM É BANCO!!!

ACOPIARA > CE > A ÓPTICA MORAIS COMUNICA QUE HOJE SEXTA-FEIRA TEM MÉDICO OFTALMOLOGISTA!!!!


Presidente Sarto anuncia ações para retomada das atividades da AL

Presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PDT), abriu, nesta quinta-feira (02/07), a sessão realizada via Sistema de Deliberação Remoto (SDR) informando que espera apresentar para a apreciação dos parlamentares, até a próxima segunda-feira (06/07), o plano de retorno gradual das atividades da Casa. A possibilidade apontada é para a última fase do Plano de Retomada Responsável das Atividades estabelecido pelo Governo do Estado, como sugerido anteriormente por deputados.
O parlamentar explicou que, nesta semana, estão sendo aplicados testes para detecção da Covid-19 em parlamentares e servidores - principalmente aqueles que mantêm contato direto com regiões do Estado onde há grande incidência de contágio. Segundo ele, o plano em fase de elaboração será completo a partir dos resultados das testagens.
“O mais importante, no momento, é garantirmos a segurança de todos, deputados, assessores e demais servidores, para não corrermos riscos de transmissão involuntária. De segunda-feira até ontem (01/07), foram realizados mais de 300 testes, e acredito que atingiremos a marca dos 500 testes realizados até o fim do dia de hoje”, adiantou.
José Sarto informou que tem acompanhado ainda o rito desenvolvido nas assembleias legislativas de outros estados, com atualização das informações semanais, e que se reuniu, na última semana, com os epidemiologistas do Estado e da Prefeitura de Fortaleza e que várias regiões estão em níveis diferentes da pandemia. “O plano de retorno está sendo formulado a partir dessas trocas de informação, fruto desses encontros, e temos várias nuances a considerar”, salientou.
O deputado observou, por exemplo, que pessoas de grupo de risco ou cujos testes deram resultado positivo para a presença do vírus no organismo não retomarão para atividades presenciais, permanecendo em trabalho remoto. “Alguns funcionários da AL testados foram positivados, outros precisam, por motivo de trabalho, estar em viagens frequentes a municípios do interior, onde pode haver alta disseminação. Sabemos que o vírus muda, se adapta constantemente, então temos muito a considerar antes de finalizar esse plano, mas até segunda-feira ele deverá ser concluído”, afirmou.
PE/AT

Concurso Público com 600 vagas é aberto pela Polícia Civil - DF



Oportunidades ofertadas são para o cargo de Agente de Polícia, com salário de até R$ 8,6 mil.
A Polícia Civil do Distrito Federal (PC- DF) divulgou a abertura do novo Concurso Público destinado ao preenchimento de 600 vagas ao cargo de Agente de Polícia, além da formação de cadastro reserva.
Para participar, é necessário que os interessados tenham diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
Cabe destacar que dentre o total de oportunidades há aquelas reservadas para pessoas especificadas nos itens do edital de abertura, além de que consta com a formação de 1.200 vagas para cadastro reserva.
O período de trabalho é de 40 horas semanais com remuneração a ser recebida pelo profissional contratado no valor de R$ 8.698,78.
Inscrições
Interessados poderão se inscrever a partir das 10h do dia 18 de agosto de 2020 até as 18h do dia 8 de setembro do mesmo ano, mediante o preenchimento do formulário de inscrição que consta no site da Cebraspe, horário de Brasília.
O valor da taxa de inscrição a ser pago pelo candidato é de R$ 196,00. A solicitação da isenção da taxa deve ser feita no período de 20 a 27 de julho de 2020.
Seleção
Quanto à classificação dos candidatos, consistirá por meio de prova objetiva e prova discursiva, previstas para o dia 18 de outubro de 2020, com duração de 4 horas e 30 minutos. Além disso, haverá também prova de capacidade física e exames biométricos e avaliação medica, avaliação psicológica e investigação de conduta. A última etapa consistirá em Curso de Formação Profissional.
Atribuição e validade
Dentre as atribuições do cargo está realizar atividade de nível superior, envolvendo investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais; assistir a autoridade policial no cumprimento das atividades de polícia judiciária; coordenar ou executar operações de natureza policial ou de interesse de segurança pública; dentre outras atividades que constam detalhadas no edital.
Este Concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Para obter mais informações, acesse o edital completo disponível em nosso site.
Fonte: PCI Concursos
Jornalista: Thamires Fernandes

Coronavírus: Sobral tem os piores números entre as cidades do entorno



Sobre os números das outras cidades. Nenhuma cidade vizinha tem números piores que os de Sobral. A Princesa do Norte já faz feio no âmbito estadual. Entre os municípios com população superior a 50 mil habitantes, Sobral é a cidade com maior número de casos, na escala comparativa de ocorrência a cada 100 mil habitantes.
Registra 3.310 casos a cada 100 mil habitantes. Em segundo lugar, Acaraú, com 2.784 infectados. Seguem-se Camocim (2.669), Eusébio (2.605) e Quixadá (2.353).
Já em número de mortes, Sobral só fica atrás de Fortaleza, que anota 123 óbitos por 100 mil habitantes. Sobral tem 113. Seguem-se Cascavel (102), Camocim (96) e Maracanaú (92).
Em relação às cidades do entorno, Sobral lidera este rankig macabro. Mesmo assim, Ivo Gomes escandiu as palavras para criticar os gestores dos municípios vizinhos: “Enquanto não se tiver segurança de que os municípios em torno de Sobral não estão minimamente dando bola para o confinamento social…”
O gráfico demonstra que Ivo Gomes não tem moral para dar lição aos seus colegas gestores. Os números são de 2/7/20, atualizados as 9h no Integrasus.
Na comparação com os municípios que fazem divisa com ele, Sobral está em primeiro tanto em número de casos (3.310), quanto em mortes (123). Em número de infectados, o segundo lugar da região fica com Groaíras (3.188 infectados). Seguem-se Meruoca (2.464), Coreaú (2.096) e Cariré (1.976).
No número de óbitos, depois de Sobral, vem Massapê (101 mortes), Meruoca (73), Santana do Acaraú (59) e Forquilha (57).
Fonte: Luciano Clever / Sobral Post

Sobe para 32 o número de mortes por coronavírus em Iguatu - Casos confirmados chegam a 984

Dados divulgados na noite desta quinta-feira (02), registraram 984 casos de Covid-19 no município de Iguatu, um aumento de 73 casos em relação ao dia anterior. A doença já tirou a vida de 32 pessoas.
Do total de casos confirmados, 655 pacientes já foram curados (66,6%). Há ainda 280 pacientes em tratamento domiciliar, 13 internações clínicas e 4 pessoas estão se tratando em UTI.
Existe ainda 1.180 pessoas com suspeita da doença. A taxa de letalidade é de 3,3%.
A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 55%, ou seja, dos 20 leitos disponíveis, 11 estão ocupados por pacientes em estado grave.
São 4 de Iguatu e 07 de outros municípios.09 leitos estão desocupados. 
Pinheirinho. Net

Consórcio de Desenvolvimento da Região do Sertão Central Sul lança edital para licitação em conjunto em tempos de Pandemia

O edital de número 001/2020 visa realizar processo licitatório na modalidade de tomada de preços do tipo menor preço global ,visando a contratação de empresa especializada para coleta, transporte e destinação final de resíduos dos serviços de saúde dos municípios consorciados ao CODESSUL, conforme projeto básico/termo de referência ao edital. 
O objetivo principal da licitação é destinar de forma correta os resíduos do lixo hospitalar dos 8 municípios, evitando assim a propagação de doenças, principalmente o COVID-19 e outras doenças infecciosas. 
Os benefícios das compras compartilhadas passam pela economia de esforços através da redução de processos repetitivos, redução de custos por meio da compra concentrada de maiores quantidades (economia de escala), melhor planejamento das necessidades, além da facilidade de manutenção e uso decorrente da padronização de equipamentos e soluções adquiridos conjuntamente.
CODESUL

Operação Arquivo Proibido: Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão no Ceará, na manhã desta sexta feira

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (03), mais uma fase da Operação Arquivo Proibido com o objetivo de combater a posse e/ou divulgação de imagens e/ou vídeos de pornografia infanto-juvenil pela internet.
Apreensão
Na capital cearense, policias federais cumpriram um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Federal do Ceará. Não houve prisão em flagrante. No local da busca foram apreendidas mídias, HD´s e telefone celular que serão analisados pelo Setor Técnico Cientifico da PF. A ação de hoje pode resultar em novas diligências, após análise do material apreendido.
Investigação
As investigações são oriundas de inquéritos instaurados pela PF no combate aos crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente-ECA. O investigado poderá responder pelos crimes de posse e/ou compartilhamento de arquivos de pornografia infantojuvenil, com penas previstas no ECA que variam de 1 a 6 anos de reclusão.
Operação Arquivo Proibido
Neste ano, até o momento, a Polícia Federal no Ceará cumpriu 14 mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Arquivo Proibido, iniciada em agosto de 2019, para desarticular esquema de posse e/ou distribuição via internet de arquivos pornográficos contendo imagens de crianças e adolescentes
Ceará agora

INSS: 13º salário de aposentados será antecipado todos os anos

O pagamento do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS agora será antecipado todos os anos, sem a necessidade de que o governo federal edite uma nova autorização a cada exercício. A regra foi estabelecida pelo Decreto 10.410, publicado no Diário Oficial da União no primeiro dia deste mês.
A partir do ano que vem, a primeira parcela será sempre paga com o benefício de agosto, creditado entre o fim de agosto e o início de setembro, e a segunda parte do abono será quitada com o benefício de novembro, liberado entre os últimos cinco dias úteis de novembro e os cinco primeiros de dezembro.
O texto estabelece que o 13º salário é devido a quem recebe auxílio por incapacidade temporária (auxílio-doença), auxílio-acidente, aposentadoria, salário-maternidade, pensão por morte ou auxílio-reclusão. A primeira parcela corresponde a até 50% do valor do benefício.
Previdência Social

EVANGELHO DO DIA COM PADRE CHICO SILVEIRA > DIA DE SÃO TOMÉ >

03/07/2020 > SEXTA-FEIRA

Sarto se pronuncia sobre preparativos para retomada de atividades presenciais na Assembleia

ACOPIARA > CE . VEREADOR IVO BEZERRA DENUNCIA EM REDE SOCIAL MONTANTE QUE CHEGA AOS COFRES DA TERRA DO LAVRADOR PARA O COMBATE DO COVID-19!!!!

Acopiara precisa saber!!!!!
A prefeitura de Acopiara recebe através de portaria do governo federal de 1 de julho o montante de 2.792.614,00. Dinheiro em Acopiara tem de sobra. O que falta é investir em benefício da população. Nada justifica Acopiara não ter um ventilador mecânico, não ter instalado uma UTI no hospital. A População quer saber como esses milhões estão sendo gastos. Não venham Me dizer que lavar algumas ruas, distribuir máscaras de dois reais, justifica mais de 6 milhões que já vieram para Acopiara.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Vereador : Ivo Bezerra

Operação de combate a fake news identifica autores e apreende mais de R$ 1 milhão em Acaraú

No intuito de combater grupos responsáveis pela produção e divulgação de fake news na cidade de Acaraú (a 240km de Fortaleza), a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) realizou uma operação que culminou nas apreensões de mais de R$ 1 milhão em cheques e notas promissórias no interior do Estado. A ação foi coordenada pela Delegacia Regional de Acaraú.
As investigações iniciaram após a Polícia Civil receber uma denúncia acerca de um perfil em rede social, que era responsável por publicações e disseminação de fake news de natureza política no município. Após os primeiros levantamentos, a Delegacia Regional da cidade direcionou suas ações a fim de rastrear os endereços de IP (Internet Protocol address) das pessoas que acessavam a conta.
Com base nessas informações, a Polícia Civil representou pelo mandado de busca e apreensão. Inicialmente, os policiais civis chegaram a dois alvos específicos na cidade de Acaraú. Na casa de um deles, as equipes encontraram um vasto material, como cheques e notas promissórias que totalizavam mais de R$ 1 milhão, além de R$ 5 mil em espécie.
Em depoimento, esse mesmo envolvido, um homem de 18 anos, confessou que realizava as publicações que tinham como foco o ataque a um grupo político da região. Todo o material foi recolhido e os policiais civis investigam a origem do material e se há ligação com algum esquema por trás das publicações em rede social. Com o avanço das diligências, a autoridade policial analisará se eles serão autuados por outros crimes, fora calúnia.
O delegado titular da Delegacia Regional de Acaraú, Alailton Andrade, reforça que a Polícia Civil acompanha a divulgação desse tipo de material no mundo virtual. “A Polícia Civil continuará trabalhando e investigando a divulgação de fake news na cidade. Nós rastrearemos toda a rede de informações e as pessoas que compartilham e ajudam nesse tipo de crime. Então tenham cautela com o que vocês compartilham, porque nós estamos atentos a isso”, ressalta o delegado.
A Notícia do Ceará

Brasil atinge platô nas mortes por Covid-19, diz Ministério da Saúde

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, nesta quarta-feira (1º), o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo de Medeiros, declarou que o Brasil vive um platô na curva de mortes em função da covid-19, termo utilizado pelas autoridades de saúde quando há uma estabilização da evolução dos índices.
“No Brasil embora os números de óbitos sejam elevados, desde a semana epidemiológica 22 que o número de mortes tem se mantido relativamente constante. Aumenta um pouco, diminui um pouco. Embora o número seja elevado, tem que o número de óbitos tem se mantido em um platô”, destacou Medeiros.
Quando consideradas as semanas epidemiológicas, desde a 22ª, a média semanal vem oscilando. Na 22ª foi de 6.821, na 23ª de 7.096, na 24ª de 6.790, na 25ª de 7.256 e na última, 26ª, baixou para 7.094.
Curva de contágio de covid-19
Já a curva do número de casos segue subindo. Na 22ª semana epidemiológica, o Brasil atingiu o topo do ranking em média semanal de casos (151.042), ultrapassando os Estados Unidos. A média semanal de pessoas infectadas no Brasil aumentou para 174.406 na 23ª semana, para 177.668 na 24ª para 217.065 na 25ª e para 246.088 nesta última, a 26ª.
Os Estados Unidos, que iniciaram uma curva descendente em relação aos números de casos, voltaram a vivenciar um crescimento a partir da 24ª semana e nesta última ultrapassou levemente o Brasil na média semanal, com 248.876.
Comparação internacional
Conforme o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, na comparação absoluta, o Brasil é o 2º em número de mortes e de casos, atrás apenas dos Estados Unidos (com 2,6 milhões de pessoas infectadas e 127,4 mil mortes). Quando considerada a comparação proporcional à população, o Brasil cai a 12ª posição no número de óbitos para 11º no número de pessoas contaminados.
Fonte: Agência Brasil

Empresas cearenses são alvo de operação nacional contra fraudes em licitações

Duas empresas sediadas no município de Eusébio, na Grande Fortaleza, são alvo de uma operação nacional que investiga fraudes em licitações de locação de equipamentos médicos do Estado de Mato Grosso do Sul. Foram cumpridos, nesta quinta-feira (2), 4 mandados de buscas e apreensão em duas empresas e nas residências de dois empresários, na mesma cidade, por meio Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público do Ceará. Os alvos não foram identificados.
A 'Operação Redime', deflagrada pelo Ministério Público do Mato Grosso do Sul, investiga empresas sediadas no Ceará, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná e Piauí.
Foram expedidas 19 ordens de busca e apreensão, com alvos nos 5 estados. Os agentes apreenderam computadores, notebook, celulares, agendas, comprovantes de movimentações bancárias, registros contábeis e outros documentos.
A operação investiga um suposto esquema criminoso de fraude a licitações de equipamentos médico-hospitalares em Mato Grosso do Sul. Conforme o Ministério Público, os contratos foram firmados em 2015 e ultrapassam o valor de R$ 120 milhões, pagos pelo Governo do MS.
Além de fraude em licitações, são investigados os crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.
Os mandados foram cumpridos por 70 policiais militares, 17 promotores de justiça e 15 servidores do Ministério Público. A investigação tramita na 31° Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Campo Grande.
Fonte: Diário do Nordeste

Prazo para se cadastrar e pedir o Auxílio Emergencial de R$ 600 termina hoje



Para quem ainda não se cadastrou a fim de receber o auxílio emergencial de R$ 600, o prazo termina nesta quinta-feira (2), às 23h59, informou a Caixa Econômica Federal. O auxílio emergencial é um benefício financeiro destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.
Inicialmente proposto para vigorar por três meses, com o pagamento de três parcelas de R$ 600, o benefício foi prorrogado por mais dois meses, com o pagamento de mais duas parcelas. Pelas regras, até duas pessoas da mesma família podem receber o auxílio. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente é de R$ 1.200.
Quem pode se cadastrar?
A Lei 13.982/2020, que instituiu o auxílio emergencial, foi aprovada pelo Congresso Nacional em abril e definiu os critérios para ser incluído no programa. Para ter acesso ao benefício, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:
- Ser maior de 18 anos de idade ou ser mãe adolescente
- Não ter emprego formal
- Não ser agente público, inclusive temporário, nem exercer mandato eletivo
- Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família
- Ter renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00)
- Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70
- Estar desempregado ou exercer atividades na condição de microempreendedor individual (MEI), ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
Como se cadastrar
Quem estava no Cadastro Único até o dia 20 de março e que atende às regras do programa, recebe os pagamentos sem precisar se cadastrar no site da Caixa. Quem tem o Bolsa Família pode receber o auxílio emergencial, desde que ele seja mais vantajoso. Nesse período, o Bolsa Família de quem recebe o auxílio fica suspenso.
As pessoas que não estão inscritas no Bolsa Família nem no CadÚnico e preenchem os requisitos do programa podem se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA | Auxílio Emergencial, disponível nas lojas de aplicativos. Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou aplicativo.
O Ministério da Cidadania informou, na semana passada, que já recebeu mais de 124 milhões de solicitações do auxílio emergencial, sendo que cerca de 65 milhões foram considerados elegíveis e 41,59 milhões foram apontados como inelegíveis, por não atenderem aos critérios do programa. Existem ainda quase 17 milhões de inscrições classificadas de inconclusivas - quando faltam informações para o processamento integral do pedido. Quem estiver nessa situação deve refazer o cadastro por meio do site ou aplicativo do programa.
Mais informações sobre o auxílio emergencial também podem ser obtidas na página do Ministério da Cidadania na internet.
Fonte: Agência Brasil

Confira o novo calendário eleitoral 2020



A Emenda Constitucional do adiamento das eleições municipais 2020 (PEC nº 18/2020), aprovada em dois turnos no Senado e na Câmara, terá como consequência a alteração de datas no calendário eleitoral. A promulgação da Emenda está marcada para esta quinta-feira, 02 de junho, às 10h, em sessão do Congresso Nacional. 
Veja a seguir, como ficam algumas datas do novo calendário eleitoral:
11/8/2020 – Data a partir da qual é vedada a transmissão de programa apresentado ou comentado por pré-candidato.
15/8/2020 – Prazo de 3 meses para desincompatibilização de servidores públicos, estatutários ou não (Os demais prazos de desincompatibilização não foram alterados pela PEC).
31/8/2020 a 16/9/2020 – Período de realização das convenções partidárias.
26/9/2020 – Data final para o registro dos candidatos.
27/9/2020 a 12/11/2020 – Período em que é permitida a propaganda eleitoral.
09/10/2020 – Início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão relativa ao primeiro turno.
27/10/2020 – Data da prestação de.contas parcial.
15/11/2020 – Data de realização do 1º turno de votação.
29/11/2020 – Data de realização do 2º turno de votação (municípios acima de 200.000 eleitores, onde não houver maioria absoluta no 1º turno).
15/12/2020 – Prazo final para a prestação de contas da campanha.
18/12/2020 – Prazo final para a diplomação dos candidatos eleitos.
01/1/2021 – Posse de prefeitos e vereadores eleitos.
12/2/2021 – Data final para a publicação do julgamento das contas dos candidatos.

Auditores do Tribunal de Contas da União (TCU) identificaram 17 mil mortos entre as pessoas beneficiadas com o Auxílio Emergencial pago pelo Governo Federal. Os ministros do TCU vão encaminhar os dados à Controladoria Geral da União. Os fraudadores usaram dados de pessoas falecidas que ainda constavam cadastros. O golpe aplicado rendeu à quadrilha cerca de R$ 10 milhões, aproximadamente. A Polícia Federal vai investigar.

O Ministério da Cidadania informa que 395 Municípios ainda não realizaram o aceite ao recurso da Portaria 369/2020 e, portanto, podem perder apoio financeiro para ações de enfrentamento à Covid-19. Se esse número se confirmar, deixarão de ser repassados, por meio do Sistema Único de Assistência Social (Suas), aproximadamente R$ 15 milhões.
A Confederação Nacional de Municípios (CNM) tem unido esforços com a pasta para que a totalidade do montante seja aplicada na aquisição de equipamento de proteção individual (EPI), aquisição de alimentos para idosos e pessoas com deficiência, bem como para ações socioassistenciais como acolhimento. Os valores podem ser destinados ainda ao pagamento da folha de pessoal que atua no âmbito do Suas, ao custeio da aquisição de EPIs para população em situação de rua e ao pagamento de aluguel temporário - desde que não caracterize Benefício Eventual.
Para esclarecer questionamentos e orientar os gestores, o Ministério da Cidadania elaborou perguntas e respostas e a CNM publicou a Nota Técnica 29/2020. Vale lembrar que o recurso previsto na Portaria 369/2020 é oriundo da Medida Provisória (MP) 953/2020, resultado de articulação entre o governo federal e entidades municipalistas para fomentar ações junto aos Municípios que visem minimizar os impactos da Covid-19. A Portaria 94/2020 prorroga até esta quinta-feira, 2 de julho, a possibilidade do aceite.
Acesse o Termo de Aceite, que deve ser realizado pelo gestor com senha de acesso ao Sistema de Autenticação e Autorização (SAA).

Auxílio emergencial foi pago a 17 mil mortos, descobriu auditoria do TCU

Auditores do Tribunal de Contas da União (TCU) identificaram 17 mil mortos entre as pessoas beneficiadas com o Auxílio Emergencial pago pelo Governo Federal.
Os ministros do TCU vão encaminhar os dados à Controladoria Geral da União. 
Os fraudadores usaram dados de pessoas falecidas que ainda constavam cadastros. O golpe aplicado rendeu à quadrilha cerca de R$ 10 milhões, aproximadamente. A Polícia Federal vai investigar.

Tá sentado? Este é o preço do tratamento com remédio aprovado para a COVID-19



Na busca por medicamentos contra o coronavírus, a farmacêutica norte-americana Gilead Sciences anunciou nesta semana o preço sob o qual será vendido o antiviral remdesivir, remédio que pode ser receitado para o tratamento da COVID-19. No contexto da pandemia, a droga recebeu autorização de uso emergencial para os pacientes contaminados, emitido pela Food and Drug Administration (FDA), desde maio.
O tratamento com o remdesivir custará, apenas considerando os medicamentos, US$ 3.120 (o que representa mais de R$ 16,5 mil) por paciente, dentro de um hospital privado nos Estados Unidos. Para termos um valor de referência em reais, a quantia ultrapassa o preço de dois iPhones 11 Pro Max com capacidade de 64 GB, se convertida sem impostos aqui no Brasil. Segundo o site oficial da Apple, o modelo nessas especificações custa R$ 7.599 por aqui.
A maioria dos pacientes tratados com remdesivir deve utilizar seis frascos do medicamento em cinco dias, totalizando os US$ 3.120. Já o tratamento mais longo, com duração de 10 dias, utilizará em média de 11 frascos com o valor de US$ 5.720 (cerca de 30 mil reais) para os pacientes com seguros de saúde privados.
O potencial de retorno financeiro da fórmula é enorme, já que somente nos Estados Unidos são mais de 2,5 milhões de contaminados pelo coronavírus, segundo o mapa da doença da Organização Mundial da Saúde (OMS). Ainda esse mês, em julho, os primeiros medicamentos já devem chegar aos centros de saúde no país e, inclusive, a farmacêutica prevê doações diretas da droga para o governo dos EUA.
Por outro lado...
Nos Estados Unidos, os medicamentos costumam ter dois preços de tabela, sendo que um é destinado para os planos de saúde e o outro para governos, ou seja, esse valor não será o mesmo para todos os tratamentos. Por exemplo, a farmacêutica comenta que venderá o remdesivir por US$ 390 (cerca de dois mil reais) por frasco para governos “de países desenvolvidos” em todo o mundo, enquanto o preço para as companhias de seguros privadas dos EUA será de US$ 520 (cerca de 2,7 mil reais).
Segundo Daniel O’Day, CEO da Gilead Sciences, o preço foi determinado com base nos países desenvolvidos com menor poder de compra. Conforme a entrevista feita pela CNBC, O'Day também explica que esse preço único deve evitar longas negociações com cada país, que podem desacelerar o acesso ao medicamento.
“O remdesivir, nosso tratamento experimental, é o primeiro antiviral a demonstrar melhora do paciente em ensaios clínicos para COVID-19 e não há manual para determinar o preço de um novo medicamento em uma pandemia”, explicou O'Day sobre os preços que podem ser considerados elevados.
Além disso, a empresa também afirma que está firmando acordos com fabricantes de genéricos para fornecer o medicamento a um “custo substancialmente mais baixo” nos países em desenvolvimento, ampliando o acesso ao remdesivir. Isso porque a droga não é encontrada comercialmente e nem está disponível em inúmeros países.
Remdesivir é eficaz contra COVID?
Embora ainda não existam tratamentos para a COVID-19 aprovados integralmente pela FDA, pesquisadores já encontraram algumas evidências de que o remdesivir pode acelerar o tempo de recuperação de pacientes graves. Inclusive, em abril, o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA divulgou resultados de estudo que mostrava a eficácia do antiviral e que os pacientes medicados se recuperavam cerca de quatro dias mais rápido do que aqueles que não usaram.
Anteriormente, o remdesivir já era indicado para impedir que determinados vírus, agora, também o novo coronavírus, façam cópias de si mesmos e, dessa forma, consigam sobrecarregar o sistema imunológico dos pacientes. Inclusive a Coalizão COVID Brasil, formada pelos principais hospitais brasileiros e pela Fiocruz, estão testando o medicamento.

No mundo todo, pelo menos o Reino Unido, o Japão, a Rússia e a Coreia do Sul já recomendam, em algum nível, o uso do remdesivir para o tratamento da COVID-19. Inclusive, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) recomendou, na semana passada, a autorização "condicional" do uso do antiviral em pacientes afetados pelo coronavírus. No comunicado, a EMA informava que esse era o primeiro medicamento contra a COVID-19 formalmente recomendado para os pacientes da União Europeia.
No entanto, o acesso ao medicamento não deve ser amplo, pelo menos não nos próximos meses. Isso porque, nesta segunda-feira, a Gilead informou que a maior parte de sua produção será destinada para o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA (HHS). Em números, segundo a agência Reuters, o governo norte-americano já adquiriu mais de 500 mil doses, o que representaria toda da produção da fabricante para julho e 90% da capacidade de agosto e setembro.
No Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) afirmou, no mês de maio, que estava em contato com a farmacêutica para acompanhar a evolução dos estudos.
Mais testes
A própria Gilead Sciences continua a pesquisar a eficácia do remdesivir e quais são so seus melhores usos no tratamento de pacientes da COVID-19. A farmacêutica também anunciou planos para os testes de uma versão em spray da droga em humanos, o que deve facilitar o uso em casos mais graves da doença. Embora o remdesivir seja o primeiro medicamento que demonstrou uma efetividade nos pacientes contaminados pelo novo coronavírus em estudo clínico, outras terapias têm demonstrado sinais de eficácia.
Isso pode, eventualmente, transformar o antiviral em uma droga obsoleta para a COVID-19. Por exemplo: pesquisadores da Universidade de Oxford já divulgaram resultados positivos com o uso de dexametasona, um corticoide barato e amplamente disponível. Afinal, a corrida por medicamentos contra o vírus está longe de terminar.

ACOPIARA > CE > INFORMATIVO ÓPTICA MORAIS > HOJE E AMANHÃ ATENDIMENTO COM OFTALMOLOGISTA


EVANGELHO DO DIA COM PADRE CHICO SILVEIRA

02/07/2020 . QUINTA-FEIRA

Emergência até depois da eleição



Se o projeto do deputado Mauro Filho (PDT), liberar dos Fundos R$ 160 bilhões para combater o Covid 19, Paulo Guedes poderá pagar o auxílio emergencial até dezembro. O perigo é transformar a emergência em golpe eleitoral. O custo político poderá ser alto.

Camilo faz balanço sobre pandemia, informa que foram realizados mais de 300 mil testes e pesquisas estão sendo feitas em Fortaleza, Sobral e Iguatu

Atualização, ás 18:59
O governador Camilo Santana fez um balanço sobre o Coronavírus no Estado. O governador informou que municípios do Ceará estão recebendo respiradores . No Cariri, 100 UTIs estão se do instaladas.
Camilo, também, anunciou respiradores para Aracati, Canindé, Iguatu, Tianguá, Itapipoca. São 34 cidades que receberão respiradores.
"A situação é grave, principalmente, no interior", declarou o governador, exigindo que as pessoas cumpram o isolamento, ficando em casa e evitando aglomerações.

Proibido reajustar salários ou conceder benefícios para servidores públicos. Bolsonaro vai liberar recursos para Estados e Municípios que não reajustaram salários nem concederam gratificações

O presidente Jair Bolsonaro regulamentou o projeto que socorre financeiramente os Estados e municípios durante a pandemia do novo coronavírus. Na mesma lei complementar, publicada no Diário Oficial da União (DOU), foi vetado qualquer tipo de reajuste para servidores até 2021. 
De acordo com o texto, a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios afetados pela calamidade pública decorrente da pandemia da covid-19 ficam proibidos, até 31 de dezembro de 2021, de conceder, a qualquer título, vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a membros de Poder ou de órgão, servidores e empregados públicos e militares.
A publicação abre exceção em caso de sentença judicial transitada em julgado ou de determinação legal anterior à calamidade pública. Também fica proibida a criação de cargo, emprego ou função que implique aumento de despesa e alterar estrutura de carreira que implique aumento de despesa.
Ainda não será permitido admitir ou contratar pessoal, a qualquer título, ressalvadas as reposições de cargos de chefia, de direção e de assessoramento que não acarretem aumento de despesa, as reposições decorrentes de vacâncias de cargos efetivos ou vitalícios, as contratações temporárias de que trata o inciso IX do caput do art. 37 da Constituição Federal, as contratações de temporários para prestação de serviço militar e as contratações de alunos de órgãos de formação de militares.
A realização de concurso público também está suspensa até o fim de 2021, exceto para as reposições de vacâncias previstas no inciso IV. Além da proibição de criar ou majorar auxílios, vantagens, bônus, abonos, verbas de representação ou benefícios de qualquer natureza, inclusive os de cunho indenizatório, em favor de membros de Poder, do Ministério Público ou da Defensoria Pública e de servidores e empregados públicos e militares, ou ainda de seus dependentes, exceto quando derivado de sentença judicial transitada em julgado ou de determinação legal anterior à calamidade.
Roberto Moreira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...