Deputados cearenses se solidarizam com religiosos católicos atacados por parlamentar bolsonarista de SP

O deputado Acrísio Sena (PT), durante discussão na Assembleia Legislativa do Ceará, na manhã desta quarta-feira (20), registrou repúdio às falas do parlamentar estadual bolsonarista Frederico D’Ávila (PSL-SP), que da tribuna do Legislativo paulistano, dirigiu ofensas a lideranças religiosa, dentre elas o Papa Francisco, o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, e à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

O petista protocolou na Casa requerimento de Moção de Solidariedade, destacando que as ofensas ferem a liberdade religiosa.

“Aquilo é um show de barbaridades. Um show de atitudes de quem não consegue viver com quem pensa diferente. As barbaridades foram ditas da tribuna da Assembleia contra o Papa, com termos chulos. O vídeo está gravado, mostrando a forma grosseira do deputado e isso demonstra a política de ódio desses parlamentares”, disse Acrísio Sena.

De acordo com ele, não é possível que o parlamento aceite que se faça ataques contra religiosos. O petista lembrou, ainda, que a intolerância e ódio não são fatos isolados e citou outras situações em que atos semelhantes ocorreram.

“Tivemos recentemente atitude similar do que foi feito com o Padre Lino, uma tentativa de intimidar porque o padre estava dizendo que estávamos como 600 mil mortos e poderíamos ter feito campanha de vacinação no tempo certo”, destacou.

Deputado Carlos Felipe (PCdoB) definiu a atitude do parlamentar paulista de “vergonhosa”, passível de discussão sobre a falta de decoro. Para o comunista, dados mostram que aproximadamente 150 mil pessoas poderiam ter sido salvas por medidas acertadas durante a pandemia, uma realidade que não seria aceita por bolsonaristas. “Nos lembra muito o que ocorria na época do nazismo e do fascismo, o estímulo ao ódio”, disse.

Acrísio Sena destacou que o parlamentar bolsonarista chegou a propor uma homenagem ao ditador chileno Augusto Pinochet. “Ele tem quatro representações por quebra de decoro na Assembleia Legislativa de São Paulo. O discurso é de uma desqualificação política e de um grau de irresponsabilidade da palavra ao atacar os religiosos da CNBB e o próprio Papa”, disse.

A deputada Silvana Oliveira (PL) que se declarou bolsonarista e de extrema-direita, também repudiou as falas do deputado de São Paulo. Evangélica, a parlamentar disse ser contrária a qualquer tipo de agressão a lideranças religiosas. Para ela, o pronunciamento de Frederico D’Ávila fere todos os cristãos.

Além de Acrísio Sena, o deputado Elmano de Freitas também propôs uma Moção de Solidariedade aos religiosos atacados pelo bolsonarista Frederico D’Ávila.

Related Post

Deputados cearenses se solidarizam com religiosos católicos atacados por parlamentar bolsonarista de SP BLOG DO CARLOS DEHON Rating: 5 quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...